Topo

Rock

Noel Gallagher: "É mais fácil o Brasil voltar a jogar bem do que o rock ser o que era"

Tolga Akmen/AFP
Noel Gallagher posa durante o prêmio Mercury Music 2018 Imagem: Tolga Akmen/AFP

Leonardo Rodrigues

Do UOL, em São Paulo

08/11/2018 04h00

UOL - O Brasil não foi bem na Copa do Mundo. Gabriel Jesus e Fernandinho, do Manchester City, seu time, jogaram aquém do esperado.

Noel Gallagher - Para vocês, podem não ter jogado bem. Mas, espera aí, quantas vezes vocês venceram a Copa do Mundo?

UOL - Cinco.

Noel Gallagher - Vai se f**** então.

***

Ser xingado na lata por Noel Gallagher no meio da entrevista é bem menos traumático do que pode parecer. Lacônico, britanicamente sarcástico e, acima de tudo, muito sincero nas respostas, o ex-Oasis está de volta ao Brasil para uma temporada de três shows com o projeto High Flying Birds, que na prática reponde por sua carreira solo.

Aos 51 anos, o cérebro por trás das composições da banda que tinha com o irmão Liam tem duas certezas. A primeira: meter-se com política não é a dele, embora sobrem impropérios para o Partido Trabalhista britânico. A segunda: a seleção brasileira de futebol vive um momento difícil, mas os títulos devem voltar quando os comandados do técnico Tite se adaptarem ao estilo do futebol atual, como fez a Espanha há uma década.

O rock? Melhor nem perguntar. Para ele, o gênero já deu. "Eu não gosto de bandas novas. Sei que tem coisas boas por aí, mas não são para mim. Eu tenho 51 anos. Por que eu me importaria?", questiona ele, síntese do blasé, em entrevista ao UOL.

Ficou com vontade de encontrar Noel Gallagher no Brasil? Ainda dá tempo. Após passar por Curitiba na quarta-feira (7), ele faz show em São Paulo nesta quinta (8), na Arena Anhembi, e depois em Belo Horizonte, no sábado (10), no Km de Vantagens Hall. O show traz várias músicas do Oasis e de seu novo álbum, o elogiado "Who Built the Moon?".

Veja abaixo os principais trechos da entrevista.

Tolga Akmen/AFP
O cantor, compositor e guitarrista Noel Gallagher Imagem: Tolga Akmen/AFP

UOL - Quais suas expectativas ao voltar para o Brasil?

Noel Gallagher - O Brasil é um dos meus países favoritos do mundo. É sério. Eu adoro tocar para as pessoas daí. É sempre bom estar aí. As pessoas são sempre legais. As garotas são bonitas. O clima é bom. A comida também.

Muitos artistas dizem que amam o país, carregam bandeira do Brasil nos shows, nem sempre muito sinceros. Que sentimento o Brasil realmente desperta em você?

Nós viajamos por vários lugares do mundo, mas quando você avista a praia de Copacabana rola um deslumbre, sabe? A paisagem, os caras jogando futebol na areia. Você tem o mesmo sentimento em Copacabana de quando você vê a Times Square em Nova York. É um lugar muito icônico. Sempre que você está no Brasil você meio que diz: "Caralho! Isto é incrível".

Seu show acontece poucos dias depois da definição das eleições presidenciais no país.

Sério?

Pode ser que o público se manifeste contra ou a favor ao candidato vencedor. Como você espera lidar com isso?

Não sei nada sobre política brasileira, então não quero me envolver nisso. Pessoas de um lado acreditam no que querem acreditar. Pessoas do outro protestam contra isso. Eu só quero que venham ao meu show pela música e se divirtam. Não me importo com isso.

Roger Waters passou recentemente por aqui e protestou nos shows contra Jair Bolsonaro, então candidato e depois eleito presidente. Foi uma loucura. Ele foi xingado e aplaudido ao mesmo tempo.

Olha, eu respeito as pessoas terem uma opinião e poderem expressá-la, seja qual for. Mas, se você tem uma opinião, você tem que esperar que alguém discorde dela. Tenho certeza de que o Roger Waters está protestando [no Brasil] por uma boa razão e tenho certeza de que as pessoas têm o direito de o vaiar, se quiserem. Não é algo que eu queira me envolver.

Você disse em entrevista que prefere reunir o Oasis a ver Jeremy Corbyn, líder do Partido Trabalhista britânico, eleito primeiro-ministro. Você já apoiou o partido. Qual sua relação com ele hoje?

Nenhuma. Eles são uns comunistas de merda. Você está me pedindo para ser comunista. Comunistas não são legais. Não é sexy.

Se existe alguém que quer chegar no meu país e transformá-lo em comunista, só quero que ele se foda.
Noel Gallagher

Mudando de assunto, o que você achou da Inglaterra na Copa no Mundo?

Eu gostei. Eles foram muito bem. Jogaram de um jeito agradável. Southgate é um bom técnico. O país enlouqueceu por duas semanas, como realmente deveria ter feito. E nós perdemos na semifinal como realmente deveria ter acontecido. Tudo certo.

Concorda que a seleção brasileira também não tem a mesma qualidade de 15, 20 anos atrás?

Provavelmente não, mas tudo está mudando no futebol. O futebol está mudando. Por exemplo, a Espanha foi um time horrível por anos. E, de repente, eles se tornaram uma das melhores seleções de todos os tempos. Ganharam Copa, Eurocopa. Se o Brasil quiser ser o Brasil para sempre, ele precisa se adaptar. Todos precisam.

O rock também não está em grande fase. Quem você acha que vai se recuperar primeiro, o futebol brasileiro ou o rock and roll?

Definitivamente, o Brasil vai se recuperar primeiro.

Tolga Akmen/AFP
Imagem: Tolga Akmen/AFP

Então o rock já era? Você não escuta nenhuma banda nova?

Eu não gosto de música nova. Não gosto de bandas novas. Sei que tem coisas boas por aí, mas não são para mim. Eu tenho 51 anos. Por que eu me importaria? Acho que as pessoas não têm composto boas músicas. E se elas não fizerem boas músicas, o rock vai definhar. Ninguém compõe mais como no passado.

O que você escuta quanto está em casa?

Na verdade, eu escuto qualquer coisa. Eu escuto o que toca no rádio.

Gosta de música brasileira?

Sim! Ah, que merda, não consigo me lembrar o nome. Conheço um pouco de Os Mutantes. Tem uma música incrível que não consigo lembrar o título, que tem um nome bem grande.

Muitos críticos apontam seu último álbum, "Who Built the Moon?", como seu melhor trabalho solo. Como foi gravá-lo?

Foi demais, porque eu compus tudo em estúdio. Eu não sabia exatamente o que estávamos fazendo no disco até ele ficar pronto. Nós nos divertimos fazendo. Gosto dele. É um disco bonito. Feito por um cara bonito para pessoas bonitas.

O quanto te incomoda ter de responder em toda entrevista sobre uma eventual reunião do Oasis?

Eu não acho nada. Perguntam, e eu respondo. Fazer o quê? Eu não me importo com essas perguntas.

Noel Gallagher?s High Flying Birds em São Paulo (Summer Break Festival)
Com abertura do grupo Foster the People
Quando 8/11
Onde Arena Anhembi
Quanto R$ 96 a R$ 600
Mais informação premier.ticketsforfun.com.br

Noel Gallagher em Belo Horizonte
Quando
10/11
Onde Km de Vantagens Hall
Quanto R$ 100 a R$ 340
Mais informação premier.ticketsforfun.com.br

Mais Rock