PUBLICIDADE
Topo

Entretenimento

Voz de Oprah é usada em campanha racista contra candidata a governadora

No Globo de Ouro, a apresentadora Oprah Winfrey recebe o prêmio especial Cecil B. DeMille pelo conjunto de sua carreira - Getty Images
No Globo de Ouro, a apresentadora Oprah Winfrey recebe o prêmio especial Cecil B. DeMille pelo conjunto de sua carreira Imagem: Getty Images

Caio Coletti

Colaboração para o UOL

06/11/2018 09h07

Oprah Winfrey usou o Instagram para esclarecer que algumas ligações telefônicas usando uma voz parecida com a sua, recebidas por cidadãos do estado da Georgia, nos EUA, eram falsas. A apresentadora tem feito campanha para Stacey Abrams, candidata a governadora do estado.

"Eu ouvi dizer que as pessoas estavam fazendo ligações automatizadas no meu nome, dizendo coisas racistas contra Stacey Abrams, alguém que eu apóio 100%", comentou Winfrey em vídeo na rede social. "Eu só quero dizer: Jesus não gosta de coisas feias, e sabemos o que fazer sobre isso. Votar!".

The antidote to Hate... VOTE your love!

Uma publicação compartilhada por Oprah (@oprah) em

Segundo a "Variety", nas ligações a voz parecida com a de Oprah se refere a si mesma e à candidata Abrams com termos racistas, além de fazer comentários antissemitas. Ao final da ligação, é revelado que a campanha é paga pelo site The Road to Power, conectado a grupos suprematistas brancos. 

O oponente de Abrams na corrida pelo governo, Brian Kemp, se distanciou das ligações e as condenou publicamente. Caso vença nas eleições desta terça-feira (6), Abrams será a primeira mulher negra a ocupar o governo de um estado nos EUA.

Entretenimento