PUBLICIDADE
Topo

Entretenimento

Kitty O'Neil, dublê de série da "Mulher-Maravilha", morre aos 72 anos

A dublê Kitty O"Neil, que morreu aos 72 anos - Reprodução
A dublê Kitty O'Neil, que morreu aos 72 anos Imagem: Reprodução

Osmar Portilho

Do UOL, em São Paulo

05/11/2018 17h55

Kitty O'Neil, uma dublê surda de Hollywood que ficou famosa por assumir as cenas de risco de Lynda Carter na série dos anos 70 "Mulher-Maravilha", morreu aos 72 anos de idade. O'Neil estava internada no Eureka Community Hospital na Dakota do Sul, nos Estados Unidos, e sofreu um ataque cardíaco na última sexta-feira (2).

Como dublê, fez cenas de ação em filmes como "Os Irmãos Cara de Pau" (1981), "Aeroporto 75" (1975) e "Golpe Sujo" (1978). Seu feito mais impressionante foi uma cena para "Mulher-Maravilha", quando pulou do topo do Valley Hilton, em Hollywood, a uma altura de 38 metros em um colchão de ar inflável próprio deste tipo de gravação.

"Se eu não tivesse acertado no meio do colchão, provavelmente teria morrido", disse ela ao Washington Post em 1979, ano que a cena foi gravada.

Além da carreira como dublê, ela também tinha uma paixão pela velocidade e chegou a correr profissionalmente. Em 6 de dezembro de 1976 foi nomeada a piloto mais rápida ao cravar uma velocidade média de 512.71 milhas por hora (cerca de 825 km/h) pilotando um carro movido a peróxido de hidrogênio no deserto de Alvord, no Oregon.

Em 1993, deixou a vida badalada de Los Angeles e se mudou para Eureka, onde ficou até sua morte. A cidade a acolheu e inclusive possui alguns itens de seus feitos no museu local.

Entretenimento