Topo

Rock


Fãs acusam Kiss de usar playback em show do cruzeiro da banda

Marcelo Justo/Folhapress
Paul Stanley, guitarrista e vocalista do Kiss, durante show Imagem: Marcelo Justo/Folhapress

Maurício Dehò

Do UOL, em São Paulo

05/11/2018 11h38

O tradicional Kiss Cruise, o cruzeiro da banda Kiss, está em alto-mar, no Caribe. E uma polêmica em relação aos shows da banda no navio surgiu em um vídeo em que parece que o vocalista e guitarrista Paul Stanley faz uso de vozes pré-gravadas.

O Kiss faz diversos shows, em diversos formatos durante o cruzeiro. Durante uma apresentação plugada e com maquiagem, dois momentos de um vídeo mostram Paul Stanley se movendo para longe do microfone, mas a voz ainda soando.

O primeiro momento acontece em 24 segundos do vídeo abaixo. O segundo, em 1 minuto e 13 segundos. Em 3 minutos e 9 segundos, ele parece se confundir com a deixa para falar: "Eu não consigo ouvi-los".

Os comentários no YouTube foram mistos. "É preciso dar crédito a eles por seguirem fazendo isso, mesmo com alguma ajuda de tecnologia", defendeu um fã. Outros foram mais duros: "Saiam com alguma dignidade. Isso é horrível, me desculpem os fãs", disse um. "A banda que disse que nunca usaria, agora usa vocais pré-gravados", relembrou um terceiro.

Paul Stanley parece ser quem mais sentiu a idade nas últimas turnês da banda, com apresentações em que é notável a dificuldade de reproduzir as vozes do passado. Em 2011, ele chegou a passar por uma cirurgia nas pregas vocais para tentar sanar os problemas que enfrentava.

Mais Rock