Topo

Sharon Osbourne diz que drogou Ozzy para descobrir traições do roqueiro

Sharon e Ozzy Osbourne - Frederick M. Brown/Getty Images
Sharon e Ozzy Osbourne Imagem: Frederick M. Brown/Getty Images

Osmar Portilho

Do UOL, em São Paulo

02/11/2018 08h45

"Eu coloquei duas a mais em seu drink e perguntei tudo". Sharon Osbourne afirmou em entrevista ao The Sun que drogou seu marido, Ozzy Osbourne, para descobrir sobre relacionamentos que o músico tinha fora do casamento.

"Eu era uma mulher devastada. Ele me mandou um e-mail que era para um de seus casos. Na hora de tomar seu remédio para dormir, eu coloquei dois a mais e perguntei tudo. E a verdade saiu", disse ela.

Sharon ainda disse que sabia quem era a mulher, mas que ele nunca havia confessado. "Ele estava envergonhado e com medo".

"Ele me contou sobre essa mulher, disse que havia terminado tudo e eu acreditei. Seis meses depois descubro que haviam outras".

Depois de um casamento de mais de trinta anos, Ozzy e Sharon se separaram, mas se reconciliaram meses depois. Em 2016, uma amante de Ozzy, Michelle Pugh, veio à tona causando um turbilhão no relacionamento.

Explicando sua decisão de continuar com o vocalista do Black Sabbath, a empresária afirmou: "Eu não acredito nele. Me preocupo com isso. Nada machuca mais que infidelidade. Esse é o melhor que posso fazer. Ele é meu marido e eu tomo conta dele. É isso que faço".

Mais Rock