PUBLICIDADE
Topo

Entretenimento

Ator de "Fugitivos", da Marvel, é acusado de assédio por atriz de "True Blood"

O ator Kip Pardue e a atriz Sarah Scott - Frazer Harrison/Getty Images / Larry Busacca/Getty Images
O ator Kip Pardue e a atriz Sarah Scott Imagem: Frazer Harrison/Getty Images / Larry Busacca/Getty Images

Osmar Portilho

Do UOL, em São Paulo

30/10/2018 17h17

Kip Pardue, ator da série "Fugitivos", da Marvel, está sendo acusado de assédio sexual pela atriz Sarah Scott, de "True Blood". As informações são do jornal Los Angeles Times.

De acordo com a publicação, os dois filmaram uma cena de sexo para um piloto de uma série de TV chamada "Mogulettes" em maio. A atriz de 35 anos explicou que, momentos antes da cena começar, Pardue, de 43, puxou a sua mão e a posicionou em sua virilha antes das câmeras filmarem.

Após a cena, Pardue teria chamado Scott para seu camarim onde se masturbou na sua frente. "Eu simplesmente congelei e disse: 'o que você está fazendo?'".

Ela afirma que ele teria respondido com a frase: "Isso não é algo tipo #MeToo. Eu não sou seu empregador, não posso te demitir".

No próprio Los Angeles Times, Pardue respondeu a acusação com um comunicado. "Eu claramente interpretei a cena de sexo de maneira errada e pedi desculpas para Sarah. Eu nunca tive a intenção de a ofender de qualquer maneira e me arrependo profundamente das minhas ações e aprendi com meu comportamento".

Sarah ainda completou que está "profundamente desapontada por Kip se esconder atrás de suas ações". "Falar sobre isso tem sido extremamente difícil para mim e agora entendo por que as pessoas não falam. Meu objetivo é o mesmo, quero que Kip seja responsabilizado por suas ações".

A atriz, que ainda fez uma denúncia oficial no sindicato dos atores, a Federação Americana de Artistas de Rádio e Televisão, disse que "não é um nome grande de Hollywood, e sim uma atriz trabalhadora".

"É assim que ganho meu dinheiro e ajudo minha família. Fui violentada no trabalho e mesmo que tenha tido coragem de falar sobre isso, parece que tive muito pouco controle em realmente prevenir que isso aconteça com outras pessoas".

Entretenimento