PUBLICIDADE
Topo

Spielberg dá projeto antigo para Aaron Sorkin; Sacha Baron Cohen estrela

Steven Spielberg chega ao Globo de Ouro 2018 - Getty Images
Steven Spielberg chega ao Globo de Ouro 2018 Imagem: Getty Images

Caio Coletti

Colaboração para o UOL

26/10/2018 16h38

Steven Spielberg não vai mais dirigir “The Trial of the Chicago 7”, projeto que ele tenta tirar do papel desde 2007. Ocupado com o remake de "Amor, Sublime Amor", o cineasta entregou a direção do drama inspirado em fatos reais para Aaron Sorkin, que também redigiu o roteiro.

Sorkin, conhecido por escrever filmes como "A Rede Social" e "Steve Jobs", além de criar as séries "The West Wing" e "The Newsroom", estreou na direção em "A Grande Jogada", lançado no ano passado. Segundo a "Variety", Spielberg ficou impressionado com o talento do colega na função, e decidiu entregá-lo o projeto.

O cineasta está conversando com Sacha Baron Cohen, comediante conhecido pelos personagens polêmicos, como Borat e Bruno, para um dos papéis principais do filme. Caso assine o contrato, Cohen será Abbie Hoffman, um dos sete ativistas anti-Guerra do Vietnã que foram presos e julgados pelo governo em 1969.

O julgamento atraiu a atenção da mídia por refletir a atitude governamental em relação aos movimentos de contra-cultura que se opunham à Guerra do Vietnã e assumiam postura pacifista. Alguns dos ativistas acabaram condenados, enquanto outros foram inocentados - eventualmente, no entanto, até as sentenças dadas acabariam sendo revertidas.

Durante os anos de produção, "The Trial of the Chiago 7" já atraiu a atenção de nomes de peso. Will Smith quase foi escalado como Bobby Seale, o "oitavo acusado", que acabou não indo a julgamento junto com os outros por questões legais; e Heath Ledger quase interpretou Tom Hayden, outro dos ativistas.

Paul Greengrass ("O Ultimato Bourne") e Ben Stiller ("Zoolander") também quase dirigiram o filme após a primeira desistência de Spielberg.