Topo

Filmes e séries


Fã de anime resolve problema que matemáticos não conseguiram por 25 anos

O anime "The Melancholy of Haruhi Suzumiya" - Divulgação
O anime "The Melancholy of Haruhi Suzumiya" Imagem: Divulgação

Maurício Dehò

Do UOL, em São Paulo

25/10/2018 11h49

Um post de um anônimo em uma rede social resolveu um problema matemático que estudiosos tentavam solucionar há cerca de 25 anos. Curiosamente, foi tentando achar uma resposta para uma questão que envolvia assistir a uma temporada do Anime "The Melancholy of Haruhi Suzumiya" que tudo aconteceu.

Os usuários da rede social 4chan estavam tentando encontrar o jeito mais eficiente de assistir ao anime, cuja saga não é contada de forma linear. Robin Houston, um cientista da computação e matemático tuitou nesta semana que o que foi encontrado por um anônimo do 4chan ajudaria a resolver o problema, e o caso viralizou.

Tudo começou em 2011, quando um usuário questionou: Se você quisesse assistir aos 14 episódios da primeira temporada de "The Melancholy of Haruhi Suzumiya" em todas as possíveis maneiras, qual é a série mais curta de episódios que você precisaria assistir.

Os episódios contam com viagens no tempo e um de seus desafios é justamente entender essa cronologia. Na transmissão original, tudo foi passado sem ordem linear. No lançamento em DVD, os episódios foram rearranjados, e tornou-se uma obsessão dos fãs assistir à série vez após vez, tentando mudar cronologias.

Um usuário do 4chan encontrou uma resposta para o problema, e, mais que isso, gerou uma solução para uma questão levantada em 1993. Ele acabou conseguindo a solução para um problema matemático chamado de superpermutação.

A permutação, no caso do anime, seria assistir aos 14 episódios na ordem que eles foram ao ar. No caso dos superfã, estamos falando da "maratona definitiva", com todas as combinações possíveis para esta série de episódios.

"O que é bonito na matemática é que ela comprova que o que começa como teoria pode levar a uma conclusão", diz Jay Pantone, da Marquette University, ao site The Verge.

Pantone tinha desconfiança de que o anônimo havia mesmo chegado a uma solução, mas comprovou isso ao equacionar o problema.

Robin Houston, o matemático citado acima, foi quem comprovou em 2014 que a solução para o problema levantado em 1993 não valia para números com mais de seis dígitos. Com a solução no 4chan, as coisas melhoraram e foi achado o menor número possível de episódios para a solução.

Segundo Pantone, seria necessário assistir a 93.884.313.611 episódios para ver a temporada em qualquer ordem possível. Uma descoberta posterior, do matemático Greg Egan, mostrou como achar o maior número possível para um problema de superpermutação. Neste caso, seriam 93.924.230.411.

Houston, Pantone e mais matemáticos agora trabalham para descobrir a fórmula que combine o trabalho de Egan com o do internauta anônimo, para que tenham uma equação coerente.

O curioso é que, além de responder a essa questão do anime, não há grandes aplicações para a fórmula. Pantone explica, no entanto, que é comum isso acontecer e, anos depois, se descobrir novos usos para as fórmulas. "Isso tudo prova que não é preciso ser formado para entender matemática e avançar no conhecimento. Isso que é lindo, qualquer um pode entender."

Filmes e séries