PUBLICIDADE
Topo

2ª temporada de "Residência Hill" exploraria novos personagens, diz criador

Você não vai ver de novo a família Crain - Divulgação
Você não vai ver de novo a família Crain Imagem: Divulgação

Caio Coletti

Colaboração para o UOL

24/10/2018 11h40

Se você terminou a primeira temporada de "A Maldição da Residência Hill", fenômeno de terror da Netflix, já pode dizer adeus à família Crain. Segundo criador da série, Mike Flanagan, um possível segundo ano da série se focaria em outros personagens.

"Eu não quero especular demais até a Netflix e a Paramount nos dizerem algo sobre uma possível segunda temporada", frisou Flanagan em entrevista à "Entertainment Weekly". "O que eu posso dizer é que, na nossa mente, a história da família Crain está contada. Ela acabou".

"Eu acho que há muitas direções em que poderíamos ir", continuou. "Podemos usar a mesma casa, ou fazer algo completamente diferente. Eu amo a ideia de uma antologia [como 'American Horror Story']. Mas, sobre a família Crain, eu acho que eles já passaram por coisa o bastante".

"Na primeira temporada, nós deixamos os personagens exatamente onde gostaríamos que eles fossem lembrados", disse ainda. "Brincamos com a ideia de deixar um gancho para continuação, mas todos os roteiristas concordaram que a história precisava de um fechamento. O livro da família Crain está fechado".

"Por outro lado, eu acho que a nossa série é sobre pessoas assombradas e lugares assombrados. Essas coisas não faltam no mundo. Há muita coisa que podemos fazer, dentro ou fora da Residência Hill em si", completou.

Inspirada no livro de Shirley Jackson, "A Maldição da Residência Hill" conta a história dos Crain, alternando entre passado e presente para destrinchar como sua estadia na mansão do título resultou em assombrações e traumas que duraram a vida toda.

A primeira temporada foi lançada no último dia 12 de outubro na Netflix.