Topo

Filmes e séries


Final "lindamente macabro" de "House of Cards" é dirigido por Robin Wright

Divulgação
Robin Wright retorna como Claire Underwood na última temporada de "House of Cards" Imagem: Divulgação

Beatriz Amendola

Do UOL, em São Paulo

19/10/2018 11h39

Primeira série original da Netflix, “House of Cards” chegará ao fim no próximo dia 2, quando estreia sua sexta temporada. E o término, que teve de ser adiado após a demissão de Kevin Spacey, acusado de abuso sexual, se manterá fiel ao espírito cínico que a atração manteve ao longo dos anos – sob a direção especial de Robin Wright, a Claire.

Michael Kelly, o Doug, adiantou em evento promovido pela revista “The Hollywood Reporter” que o desfecho da série surpreenderá: “Vai chocar muito, basicamente”.

Já Wright o classificou como “comovente, generoso, macabro e sombrio”. “A série é sobre essa batalha por uma posição de poder. Quem ganha? Vou dizer que [o fim] é lindamente macabro. É lindo”.

A atriz, que já comandou outros episódios de “House of Cards”, voltou ao posto de diretora para a despedida da série, que foi emocionante nos bastidores. “Era muito importante dar às pessoas o que elas mereciam, um desfecho. Foram seis anos. Teve muitas lágrimas naquela última noite”.

Melissa James Gibson, a showrunner da série, diz que foi “muito correto” a escolha de colocar Wrigh como diretora do episódio final. “Ela fez um trabalho incrível, como sempre. É realmente um privilégio vê-la trocar de funções tão impecavelmente. Foi lindo porque a última cena que filmamos era a última cena da série, pareceu com uma peça de teatro nesse sentido. Realmente terminamos no fim da história”.