PUBLICIDADE
Topo

Gianne Albertoni pede "bênção" em túmulo de Elke para interpretá-la em filme

Gianne Albertoni interpreta Elke Maravilha para o filme "Chacrinha: O Velho Guerreiro" - Suzanna Tierrie/Divulgação
Gianne Albertoni interpreta Elke Maravilha para o filme "Chacrinha: O Velho Guerreiro" Imagem: Suzanna Tierrie/Divulgação

Paulo Pacheco

Do UOL, em São Paulo

18/10/2018 04h00

Gianne Albertoni topou o desafio de dar vida a Elke Maravilha no filme "Chacrinha: O Velho Guerreiro", que estreia nos cinemas em 8 de novembro. Jurada dos programas de Abelardo Barbosa (1917-1988), a artista russa tornou-se uma importante parceira nos bons e maus momentos do apresentador, chamado por ela de "painho".

"Eles tinham uma relação muito próxima, até quando ele morreu sempre falava que o Chacrinha era o 'painho', o grande. Ela conhecia a essência dele, era bonita a relação dos dois. A mulher do Chacrinha falou que às vezes, quando queria falar alguma coisa para o marido, pedia para Elke dizer porque ele a escutava", conta Gianne ao UOL.

Gianne Albertoni se compara a Elke Maravilha - Reprodução/Instagram/albertonigianne - Reprodução/Instagram/albertonigianne
Gianne Albertoni se compara a Elke Maravilha
Imagem: Reprodução/Instagram/albertonigianne
A atriz, que como Elke começou como modelo antes de migrar para a TV, ganhou o papel após enviar testes em vídeo para a equipe de produção do filme, dirigido por Andrucha Waddington.

Para Albertoni, que se transformou com dezenas de perucas e figurinos para dar vida à artista russa, o papel a fez conhecer uma Elke a que poucos tinham acesso.

"Eu a vi no 'Show de Calouros', com Silvio Santos. Muita gente achava que ela era homem, uma travesti, não sabia que era uma mulher. Consegui pesquisar muito a época jovem e, com o coach Fernando Vieira, busquei a essência dela para mostrar a transformação", explica.

Gianne Albertoni com três figurinos diferentes para viver Elke Maravilha em "Chacrinha: O Velho Guerreiro" - Montagem/Suzanna Tierrie/Reprodução/Instagram - Montagem/Suzanna Tierrie/Reprodução/Instagram
Gianne Albertoni com três figurinos diferentes para viver Elke Maravilha em "Chacrinha: O Velho Guerreiro"
Imagem: Montagem/Suzanna Tierrie/Reprodução/Instagram

Bênção póstuma

Gianne filmou sua primeira cena de "Chacrinha" no cemitério São João Batista, no Rio de Janeiro. Coincidentemente, é neste local onde Elke Maravilha foi enterrada, em 2016. Quando soube do fato, a atriz se surpreendeu e pediu uma autorização póstuma no túmulo da artista.

"Foi sinistro. O funcionário falou assim: 'Sabia que ela está aqui?'. Falei: 'Para! Você vai me matar do coração, não fala isso!'. Falei que não conseguiria gravar sem pedir autorização para ela'. Fui lá, conversei com ela, pedi licença. Espero que ela goste e fique feliz", revela.

A cinebiografia conta a história de José Abelardo Barbosa e narra a trajetória do apresentador desde o momento em que larga a faculdade de medicina para se aventurar em seu primeiro bico como locutor de rádio. Daí em diante, vemos sua vida se transformar e o nascimento do alter ego mais conhecido do Brasil, o velho guerreiro Chacrinha.