PUBLICIDADE
Topo

"Central do Brasil" restaurado e Netflix inédito: o que ver na Mostra de SP

Fernanda Montenegro e Vinícius de Oliveira em cena no filme "Central do Brasil" (1998) - Divulgação
Fernanda Montenegro e Vinícius de Oliveira em cena no filme "Central do Brasil" (1998) Imagem: Divulgação

Renata Nogueira

Do UOL, em São Paulo

18/10/2018 07h02

A Mostra Internacional de Cinema de São Paulo começa oficialmente nesta quinta-feira (18) com 336 filmes que serão exibidos até o dia 31. Tradição no calendário cultural da cidade desde 1977, a Mostra traz neste ano desde as tradicionais apostas para o Oscar até um filme inédito da Netflix.

Vai ter Netflix

Cena de "Roma", que retrata rotina de uma família de classe média no México - Reprodução - Reprodução
Cena de "Roma", que retrata rotina de uma família de classe média no México
Imagem: Reprodução

Com “Roma”, que levou o Leão de Ouro em Veneza, a Mostra de SP terá pela primeira vez um longa da plataforma de streaming em sua programação. Mas quem quiser ver o trabalho do prestigiado diretor Alfonso Cuarón antes de todo mundo (a estreia no serviço está marcada para dezembro) terá de disputar ingressos para uma única sessão.

“Roma” foi escolhido para encerrar o evento no dia 31 de outubro às 19h30. A sessão acontece no Auditório do Ibirapuera, o mesmo local que recebeu uma politizada cerimônia de abertura na noite de quarta-feira (17), seguida pela exibição do filme “A Favorita”.

20 anos de "Central do Brasil"

Outro filme que merece destaque na Mostra de SP é “Central do Brasil”. Celebrando 20 anos de sua estreia, a obra de Walter Salles ganha cópia restaurada com apresentação especial no dia 30.

Além do diretor, os protagonistas Fernanda Montenegro (que acaba de completar 89 anos) e Vinícius de Oliveira participam de um bate-papo com o público a partir das 21h no Espaço Itaú de Cinema da Rua Augusta, seguido pela exibição da obra que levou a dama da teledramaturgia brasileira ao Oscar.

De Olho no Oscar

Cena de "Infiltrado na Klan - Reprodução - Reprodução
Cena de "Infiltrado na Klan"
Imagem: Reprodução

Falando em Oscar, vale a pena se adiantar e aproveitar a Mostra para assistir alguns títulos com boas chances de concorrer à estatueta mais desejada do cinema no ano que vem. Entre eles “Infiltrado na Klan”, de Spike Lee, com quatro sessões entre os dias 18 e 29. O filme se passa nos anos 70, mas trata de um tema bastante em voga atualmente: o racismo.

“Assunto de Família”, que levou a Palma de Ouro em Cannes e é o candidato do Japão ao Oscar, também terá quatro sessões, a primeira dela no sábado (20) e a última no dia 26. O diretor Hirokazu Kore-eda é um dos homenageados da Mostra neste ano com o Prêmio Humanidade.

Entrando no pôster

Já pensou entrar no pôster da Mostra de SP? Neste ano isso será possível, já que a artista americana Laurie Anderson preparou uma instalação com o espaço que ilustra arte que dá a cara ao evento.

Em um recém-inaugurado anexo do Cinesesc, na Rua Augusta, as pessoas poderão visitar a instalação “Chalkroom" e viver a experiência de realidade virtual. Aliás, vale a pena consultar a programação de realidade virtual da Mostra, já que os ingressos para essas experiências são gratuitos.

Os ingressos para a Mostra estão à venda de forma avulsa ou em pacotes. Para consultar preços e pontos de venda, acesse mostra.org. A programação completa também pode ser vista no site oficial.

Errata: o texto foi atualizado
A primeira versão do texto informou incorretamente que o anexo do Cinesesc fica no Conjunto Nacional. Ele está localizado na Rua Augusta. O erro foi corrigido.