PUBLICIDADE
Topo

Contra estereótipos, Keira Knightley proibiu filha de ver filmes de princesa

A atriz britânica Keira Knightley, estrela de filmes como "Piratas do Caribe" e "Orgulho e Preconceito" - Kevork Djansezian/Getty Images
A atriz britânica Keira Knightley, estrela de filmes como "Piratas do Caribe" e "Orgulho e Preconceito" Imagem: Kevork Djansezian/Getty Images

Caio Coletti

Colaboração para o UOL

16/10/2018 16h13

Keira Knightley não quer que sua filha cresça achando que "vai ser salva por um cara rico", como a heroína de "Cinderela", clássico animado da Disney. A atriz contou, em entrevista à apresentadora Ellen DeGeneres, que "baniu" filmes de princesa da Disney em sua casa.

Keira é mãe de Edie, de apenas 3 anos de idade. "A lição que eu quero que os filmes passem para ela é que ela precisa salvar a si mesma, obviamente", comentou sobre "Cinderela".

Outro filme proibido é "A Pequena Sereia". "As músicas do filme são ótimas, mas nunca abra mão da sua voz por um homem! Por favor", disse a atriz.

Filmes mais recentes da Disney, incluindo os da subsidiária Pixar, têm mensagens mais positivas, frisou a atriz, que citou "Procurando Dory", no qual a entrevistadora DeGeneres dublou a personagem-título, e também "Frozen: Uma Aventura Congelante" e "Moana: Um Mar de Aventuras".

Keira também se abriu sobre a vida familiar com a pequena Edie e o marido, James Righton. "Edie queria ser uma dentista um tempo atrás, o que me deixou feliz, porque era uma carreira estável", brincou. "Agora, ela quer ser um leão, o que é problemático. Mas o rugido dela é ótimo."

Para o Halloween, Edie vai se vestir de bruxa. "Foi ela quem pediu. Se você me perguntar, é um pouco entediante. Mas é fofo também", definiu.