PUBLICIDADE
Topo

Diretor explica como os erros de "X-Men 3" influenciaram "Fênix Negra"

Pôster de "Fênix Negra" - Divulgação
Pôster de "Fênix Negra" Imagem: Divulgação

Rodolfo Vicentini

Do UOL, em São Paulo

15/10/2018 16h59

Simon  Kinberg terá a missão, novamente, de levar Jean Grey para as telonas.

O roteirista de "X-Men: O Confronto Final" (2006) e diretor de "Fênix Negra" explicou ao site "Screenrant" quais as diferenças entre os projetos e como Jean Grey será retratada no novo filme da franquia.

"A grande lição que aprendi em 'X-Men 3' é que se você vai contar a história da Fênix, conte a história da Fênix. Não deixe como subtrama do filme. Faça como a trama central. Neste novo filme, Jean/Fênix é a personagem central, o filme inteiro é sobre ela", disse o cineasta.

"O projeto é sobre a sua crise e como isso afeta todos ao seu redor. Alguns a amam, outros a enxergam como inimigos. A história já foi contada em outros formatos, nos quadrinhos e nos desenhos, e ela sempre foi o centro. Sempre foi sobre suas emoções e seu colapso psicológico."

Na última semana, Simon Kinberg pediu desculpas pela primeira tentativa de mostrar a história da Fênix Negra. "Não há como fazer outro enredo para Jean Grey. É a história da Fênix Negra, assim como conhecemos nos quadrinhos e como vimos na animação. Por isso Sophie [Turner] está sozinha no pôster".

Em "X-Men: O Confronto Final", a heroína foi interpretada por Famke Janssen. Em "Fenix Negra", Sophie Turner, a Sansa de "Game of Thrones", será a protagonista.