Topo

Pop


Público do Z Festival recebe Rouge aos gritos de "ele, não"

Renata Nogueira

Do UOL, em São Paulo

14/10/2018 19h49

Uma das atrações mais esperadas do público do Z Festival, o grupo Rouge foi recebido no Allianz Parque na noite deste domingo (14) sob gritos de “ele, não”, símbolo da campanha contra o candidato à presidência da república Jair Bolsonaro.

A abertura do show traz uma mensagem no telão sobre diversidade e respeito, o que estimulou os gritos de “ele não” vindos do público. As meninas entraram no palco com o hino feminista “Dona da Minha Vida”, uma das músicas da nova fase da carreira do grupo famoso pelo hit “Ragatanga”.

Assim como a cantora pop Camila Cabello, escalada para fechar o festival, Li Martins, Aline Whirley, Fantine, Karin e Luciana têm um forte público LGBTQ+. As cores do arco-íris dominavam a pista e as arquibancadas do estádio do Palmeiras.

Os fãs voltaram a repetir o “ele não” a plenos pulmões no intervalo entre uma música e outra. Fantine reagiu cruzando os braços para o alto e encarando a massa de cerca de 15 mil pessoas.

Li Martins também aproveitou a ocasião especial para repetir um figurino que deixa um dos seios à mostra. Quando apareceu assim no clipe de “Dona da Minha Vida”, a cantora justificou a escolha.

“Pra mim essa música sempre falou muito mais! Mais do que um final de relacionamento! ‘Dona da Minha Vida' tem uma mensagem de superação que muitos certamente vão se identificar! (...) Por isso senti a necessidade de representar algo a mais! Testamos vários looks, mas nenhum que tivesse uma mensagem que falasse mais do que apenas um seio à mostra! Eu buscava algo mais, que fizesse sentido não só pra mim, mas que trouxesse alguma mensagem mais profunda", falou ela sobre o modelito na ocasião.

Make U Sweat, MC WM, Vitor Kley, KVSH e Zeeba apresentaram-se no Z Festival antes do Rouge. A ex-Fifth Harmony Camila Cabello encerra o evento voltado principalmente ao público adolescente.

Mais Pop