Topo

Filmes e séries


Iain Armitage é o Sheldon que você ainda vai ver após "The Big Bang Theory"

Divulgação
Iain Armitage é o pequeno Sheldon Cooper em "Young Sheldon", spin-off de "The Big Bang Theory" Imagem: Divulgação

Beatriz Amendola

Do UOL, em Los Angeles*

2018-10-05T04:00:00

05/10/2018 04h00

“The Big Bang Theory” vai acabar, mas isso não significa que Sheldon deixará de vez a TV. Sua versão mirim deve continuar a habitar as telinhas por mais alguns anos com “Young Sheldon”, a série que retrata a infância do físico em uma pequena cidade do Texas, bem antes de ele conhecer Leonard, Penny e companhia. Sai o premiado Jim Parsons, mas fica Iain Armitage, o ator de dez anos que tem mais a ver com o pequeno Sheldon do que você poderia imaginar.

Assim como seu personagem, que volta ao Warner Channel neste domingo (7), para a segunda temporada da série, Iain tem um apreço especial por camisas quadriculadas e gravatinhas borboleta – mas a principal semelhança entre eles talvez seja a precocidade de seus talentos. Sheldon descobriu cedo seu amor pela ciência; e Iain, a paixão pelo teatro.

Filho do ator Euan Morton e da produtora teatral Lee Armitage, o garoto assistiu a seu primeiro musical, “Hairspray”, quando tinha três anos. Desde então, ele resenha espetáculos em uma série de vídeos chamada Iain Loves Theatre (Iain ama teatro, em tradução livre). As críticas de peças como “Hamilton”, “Cats” e “Frozen” renderam milhares de fãs, e um convite para que ele apresentasse o tapete vermelho dos prêmios Tony – o Oscar do teatro – em 2015.

Foi no ano passado que o garoto se tornou conhecido do grande público. Depois de uma breve participação em “Lei e Ordem: Unidade de Vítimas Especiais”, ele despontou como um dos destaques da badalada “Big Little Lies” na pele de Ziggy, filho da personagem de Shailene Woodley, e apareceu ao lado dos veteranos Jane Fonda e Robert Redford no filme “Nossas Noites”, da Netflix. Nada mudou tanto sua vida, porém, como ser escalado para viver o jovem Sheldon no spin-off de “The Big Bang Theory”.

Iain fez resenha do espetáculo de "Frozen" na Broadway

“Eu atuo há três anos já, mas Sheldon é provavelmente a coisa mais longa que já fiz”, diz Iain ao UOL durante conversa com jornalistas no set de “Young Sheldon”, em Los Angeles. “Já interpreto o Sheldon há um ano, então um terço do tempo que eu atuo foi consumido pelo Sheldon. Agora estamos vivendo muito mais na Califórnia. Eu moro na Vírginia, mas ficamos lá só umas duas semanas no ano inteiro, então estamos basicamente morando em Los Angeles. Bastante coisa mudou, mas eu amo morar na Califórnia porque é muito legal, ensolarado, lindo e tudo o mais”.

É uma entrevista rápida, entre um intervalo e outro nas gravações. O ator exibe o mesmo carisma inocente que é um dos grandes trunfos da série, mas também uma maturidade que vai além de sua idade. Ao ser perguntado se tem colegas como Sheldon – que muitos fãs especulam ter síndrome de Asperger, apesar dos criadores da sitcom não confirmarem –, ele fica pensativo.

“Vamos ver”, fala, pausando para refletir. “O senhor Jim Parsons é o Sheldon, então tenho ele na minha vida, mas entendo o que você quer dizer. Eu acho que não tenho muitos Sheldons na minha vida, mas tentaria entender o ponto de vista deles”.

Sr. Jim

Reprodução/Instagram
Iain fez um post no Instagram para parabenizar Jim Parsons por seu aniversário, em março Imagem: Reprodução/Instagram

Parsons, aliás, tem a completa admiração de seu pupilo, que sempre se refere a ele com um carinhoso “Sr. Jim”. “O senhor Jim é realmente incrível, eu o amo muito. E ele é muito divertido de se ter por perto”, diz Iain, animado, antes de contar como o veterano, que é também produtor e narrador da série, o ajudou na hora de encontrar o tom para o personagem.

“Sheldon é um personagem muito difícil de fazer... Quer dizer, uma vez que você pegou o jeito, é fácil, mas no começo é bem difícil”, nota o menino. “Durante todo o piloto ele esteve lá conosco, e nós conversávamos. Por exemplo, se há duas pinturas, uma com pinceladas espalhadas e com cores vibrantes, e outra com linhas organizadas, Sheldon iria escolher a das linhas organizadas, mesmo que eu escolhesse a das pinceladas. Conversamos sobre a forma como o Sheldon pensa, a mentalidade dele. Ele é muito bom em me colocar dentro da mente do Sheldon, e eu fiquei melhor nisso, espero”.

Na época da entrevista, vale dizer, o fim de “The Big Bang Theory” ainda não havia sido anunciado. Ainda não se sabe qual será o envolvimento de Jim Parsons em uma eventual terceira temporada de “Young Sheldon”.

Diversão no set – e fora dele

Uma coisa é certa: Iain se diverte bastante interpretando Sheldon. “Ele tem muitas manias e peculiaridades, e muitas vezes isso pode levar a coisas muito engraçadas. Eu tive uma cena hoje em que não conseguia parar de rir. Não conseguia fazer a cena, porque é um roteiro muito engraçado”.

O garoto também se anima com as “coisas doidas” que pode fazer no horário de trabalho. Para uma cena que Sheldon fugia de um cachorro, por exemplo, ele pôde subir em uma prateleira que fica no alto do set que representa a garagem dos Coopers. “Eu tive que ir lá no topo para me esconder. É muito divertido fazer coisas assim”.

A diversão também envolve os colegas, que acabaram se tornando uma grande família – o que tem tudo a ver com o clima mais afetivo de “Young Sheldon”. Raegan Revord, que vive Missy, a irmã gêmea de Sheldon, garante que ela e Iain são “exatamente iguais”: “Nós gostamos exatamente das mesmas coisas, então somos literalmente como gêmeos”.

Divulgação
Sheldon (Iain Armitage) em cena com sua irmã gêmea, Missy (Reagan Revord), e sua avó, Meemaw (Annie Potts) Imagem: Divulgação

“Acho que nos damos tão bem porque fazemos coisas fora do trabalho”, continua, com muita desenvoltura para seus dez anos. “Nós acabamos de ir à casa da mãe da Zoe [Perry, que vive a mãe de Sheldon], e teve uma grande festa na piscina, no almoço. Eu e Iain brincamos sem parar. Meu camarim é do lado do dele, então estamos desenvolvendo esse código, em que você bate na parede muitas vezes e isso significa alguma coisa. Vamos chamar ‘a língua da parede’ ou coisa assim”.

Iain também tem uma forte ligação fora das câmeras com a atriz Annie Potts, que interpreta sua avó, a famosa Meemaw. Os dois eram vizinhos quando a série começou a ser gravada, o que ajudou a criar um laço entre eles. “Achava que isso podia ser importante, mas fiquei muito feliz quando isso se tornou uma realidade, porque nos ajudou a ter uma base”, conta a artista. “Quando você está trabalhando com uma criança, ela tem que confiar em você. E eu queria que ele pudesse ser uma criança comigo e também trabalhar comigo como um profissional. Foi um prazer fazer isso, porque ele é adorável”.

Mesmo morando em outros lugares atualmente, Annie e o garoto costumam passar pelo menos um dia do fim de semana juntos. “Eu não tenho netos, então meio que adotei ele. E ele me adotou”, derrete-se.

Mas e os estudos, como ficam? Iain, assim como outros atores mirins, é educado com o auxílio de um tutor, que dá aulas durante os intervalos de gravações e nos seus dias livres – e o menino garante que vai bem. “Eu sou educado em casa, então não temos isso de notas, mas eu espero que sim. Eu tenho certeza que o meu professor discorda, mas...”, brinca ele. A matéria preferida? “História, eu amo história. E ciências é a em que eu vou melhor”. 

*A repórter viajou a convite do Warner Channel

"Young Sheldon"
Onde: no Warner Channel
Quando: domingos, às 22h25