PUBLICIDADE
Topo

Netflix é responsável por 15% do tráfego de internet no mundo, diz estudo

Fachada do escritório da Netflix em Los Angeles - Divulgação/Netflix
Fachada do escritório da Netflix em Los Angeles Imagem: Divulgação/Netflix

Caio Coletti

Colaboração para o UOL

02/10/2018 09h18

Um novo estudo encomendado pela empresa Sandvine, que vende sistemas de gerenciamento de conexão à internet, descobriu que a Netflix é responsável por nada menos que 15% de todo o tráfego de informações na rede mundial de computadores ao redor do mundo.

O estudo, divulgado pela "Variety" nesta terça-feira (2), mostra que outros 11,4% do tráfego são consumidos por vídeos do Youtube. Navegação convencional na internet representa outros 7,8% do tráfego, e o carregamento de imagens estáticas ocupa 4,4% da internet mundial.

O estudo ainda aponta que, na região das Américas, a dominação da Netflix é ainda maior: vídeos do serviço de streaming representam 19,1% do tráfego de internet por aqui. O Youtube, enquanto isso, sai perdendo no continente, com uma parcela de 7,5% do tráfego - menor até do que a da Amazon Prime Video, que representa 7,7% da troca de informações nas Américas.

Durante a noite, o "horário nobre" do streaming, a Netflix pode chegar a ocupar 40% da capacidade de banda larga de vários provedores. As porcentagens altas são ainda mais impressionantes porque a Netflix tem a reputação de usar os vídeos mais leves e rápidos entre os serviços de streaming.

O estudo da Sandvine também concluiu que 57,7% do uso de internet ao redor do mundo é dedicado a vídeos, enquanto páginas de texto ou estáticas representam 17% do tráfego, e videogames ocupam 7,8% de espaço na internet.