PUBLICIDADE
Topo

Doença faz líder do Whitesnake ter joelhos trocados por próteses de titânio

Rodrigo Capote/UOL
Imagem: Rodrigo Capote/UOL

Maurício Dehò

Do UOL, em São Paulo

02/10/2018 13h56

O vocalista e líder do Whitesnake, David Coverdale, teve de passar por cirurgias complicadas por conta de artrite. Em entrevista à revista "Planet Rock", ele revelou que ambos os joelhos agora são próteses de titânio.

Coverdale, que também foi do Deep Purple, hoje tem 67 anos, e sofria de artrite, algo que estava prejudicando até suas performances com o Whitesnake. 

"Eu tive artrite degenerativa nos meus joelhos. Chegou a um ponto em que doía tanto, que me tirava do clima em que preciso estar para fazer minha performance", contou ele, na entrevista reproduzida pelo "Blabbermouth".

"Então, ano passado eu operei o joelho direito, e depois o esquerdo. Eles foram trocados por titânio", explicou Coverdale, sobre suas próteses.

"Minha recuperação foi um sucesso tão grande, que meus médicos fizeram uma conferência sobre isso e estou preparando uma turnê mundial para 2019 e 2020", completou o vocalista. 

Curiosamente, o antigo companheiro de Coverdale no Deep Purple, o baixista e vocalista Glenn Hughes, passou pelo mesmo tipo de procedimento em 2016. 

O Whitesnake havia anunciado que lançaria o seu novo álbum, "Flesh & Blood", este ano, mas o trabalho ficou para 2019, provavelmente em função dos problemas de saúde de Coverdale. A banda tem como disco mais recente "The Purple  Album", com regravações da era de Coverdale no Deep Purple.