Topo

Filmes e séries


A curiosa (e hilária) história de como Michael Jackson tentou ser 007

Getty Images
O causo envolve um pote de guacamole e MJ saindo "P da vida" da reunião Imagem: Getty Images

Caio Coletti

Colaboração para o UOL

02/10/2018 11h20

Jackson. Michael Jackson. Nos anos 1980, o rei do pop tentou convencer dois produtores, Michael Ovitz e Ron Meyer, a ajudá-lo a realizar um sonho: interpretar 007 nos cinemas. Ovitz conta tudo em sua nova autobiografia, "Who is Michael Ovitz?".

O produtor conta, segundo o "NME", que ele e seu parceiro de negócios, Meyer, fizeram uma reunião com Jackson na qual ele expressou a vontade de ser "um astro de ação". Foi quando o chapéu preto que o rei do pop estava usando caiu de sua cabeça diretamente em uma tijela de guacamole.

"Ele colocou o chapéu de volta como se nada tivesse acontecido", conta Ovitz. "No entanto, a guacamole continuou escorrendo pelo chapéu, e eventualmente caiu no chão. Então eu e Ron começamos a rir, Michael pareceu muito ofendido e saiu da sala".

"Eu fui atrás dele e tentei explicar por 15 minutos que não tivemos a intenção de ofendê-lo. Finalmente, Michael disse: 'Ok, mas eu quero interpretar James Bond'. Dessa vez, eu não ri", continua.

O produtor diz que teve que dissuadir Jackson da tentativa de estrelato cinematográfico. "Eu disse que ele era magro, e muito sensível. Seria difícil convencer como esse personagem que é um bloco de pedra imponente e brutal", conclui Ovitz.

Jackson apareceu em diversos filmes durante sua carreira, embora nunca tenha interpretado Bond. O rei do pop teve papéis em "O Mágico Inesquecível" (1978), "Moonwalker" (1988) e "MIB: Homens de Preto II" (2002).