Topo

Cardi B se entrega à polícia após briga em clube de strippers e é fichada

Getty Images
Cardi B enfrentará processo após briga em clube de strippers Imagem: Getty Images

Caio Coletti e Osmar Portilho

Colaboração para o UOL

01/10/2018 09h43

Cardi B se entregou à polícia nesta segunda-feira (1º). A rapper foi acusada de estar ligada com uma briga em um clube de strippers localizado no bairo de Queens, em Nova York, no dia 29 de agosto. A informação é do site TMZ.

Ainda segundo a publicação, ela foi indiciada por duas contravenções -- agressão e negligência --, foi fotografada e o caso registrado em sua ficha criminal. Na saída, ela foi fotografada, mas não deu declarações. A rapper será ouvida no tribunal no dia 29 deste mês.

Na ocasião, Cardi será teria ordenado que seus amigos atacassem duas garçonetes do estabelecimento. As duas funcionárias, conhecidas como Jade e Baddie G, tinham rixa com Cardi há algum tempo - ela acreditava que ambas tinham seduzido seu marido, Offset.

A rapper e seus amigos atacaram Jade e Baddie G com garrafas quebradas e até jogaram cadeiras do clube de strippers na direção das duas. Ambas acabaram indo parar no hospital.

Jeff Kern, advogado da rapper, diz que não "há nenhuma evidência que ela causou algum ferimento". Já Joseph Tacopino, representante das irmãs que acusam Cardi, quer que ela responda pelas acusações "sendo uma rapper famosa ou não". "Ela tem que ser penalizada por suas atitudes criminosas. Simples assim".

Atualizada às 14h40.

Mais Rap gringo