PUBLICIDADE
Topo

Remake de "Suspiria" é acusado de plágio por família de artista morta

Dakota Johnson em cena de "Suspiria" - Reprodução
Dakota Johnson em cena de "Suspiria" Imagem: Reprodução

Caio Coletti

Colaboração para o UOL, em São Paulo

28/09/2018 13h23

O remake de "Suspiria", dirigido por Luca Guadagnino ("Me Chame Pelo Seu Nome"), está enfrentando problemas legais. Segundo a revista "Variety", a família da artista Ana Mendieta, morta em 1985, está processando a produtora Amazon Studios por plágio.

Guadagnino já disse em entrevistas que se inspirou no trabalho de Mendieta para compor o seu filme, e alegou ter feito pesquisa sobre "arte feminista" para se preparar para a produção. Documentos do processo revelam que as herdeiras de Mendieta apontam para duas peças artísticas da cubana como principais alvos do suposto plágio.

"Untitled (Rape Scene)" e "Untitled (Sileta Series, Mexico)" foram produzidas por Mendieta nos anos 1970. A primeira mostra uma mulher nua da cintura para baixo, curvada sobre uma mesa, com sangue manchado em sua pele; a segunda, um solo branco manchado de vermelho.

Segundo o processo, as principais administradoras do legado da artista são sua irmã, Raquelin Mendieta, e sua sobrinha, RaquelCecilia Mendieta. Desde a morte da cubana, as duas só deixaram suas obras serem reproduzidas para fins acadêmicos, e não comerciais.

Os advogados da família de Mendieta enviaram uma carta para a Amazon em julho, pedindo a remoção das duas principais cenas em que foram encontrados plágios. O estúdio concordou, mas outras oito cenas da versão final do filme foram apontadas como cópias pela família.

Em "Suspiria", acompanhamos uma jovem bailarina (Dakota Johnson) que descobre que sua nova escola de dança pode esconder segredos sinistros. Trata-se de uma refilmagem do clássico de 1977 dirigido por Dario Argento.

O filme ainda não tem data de estreia no Brasil.