PUBLICIDADE
Topo

"Fênix Negra": Diretor e Sophie Turner dão detalhes de enigmática vilã

Cena de Fênix Negra - Divulgação
Cena de Fênix Negra Imagem: Divulgação

Maurício Dehò

Do UOL, em São Paulo

27/09/2018 09h25

A grande expectativa pelo primeiro trailer de "X-Men: Fênix Negra" foi encerrada nesta madrugada, com o primeiro aperitivo do filme. Acompanhando o lançamento do vídeo, Sophie Turner, que faz a protagonista do longa, e o diretor Simon Kinberg falaram sobre a trama e explicaram um pouco do que estar por vir – apesar de deixarem mais enigmas do que soluções.

O trailer e as novas fotos da produção mostram o conflito de Jean Grey e também focam na vilã, interpretada por Jessica Chastain. Achava-se que ela se chamaria Smith, mas Kinberg manteve o mistério sobre o nome da personagem. Por outro lado, o diretor confirmou que ela é uma alienígena.

Turner também comentou a novidade. “Ela é uma personagem interessante. Não quero entregar muito, mas a personagem de Jessica tem um interesse no poder que Jean adquiriu e tenta força-la a usar em seu próprio favor – ela tem suas intenções e quer usar esses poderes. Ela tenta manipular Jean para adquirir sua confiança”, explicou a atriz.

Kinberg aproveitou para explicar que a teoria que coloca a personagem de Chastain como uma versão do Mestre Mental não é verdadeira.

“Eu posso dizer que ela não é o Mestre Mental, mas ela tem elementos de manipulação que ele usa. Para mim, como vocês verão, Jessica tem elementos de vários personagens dos quadrinhos”, afirmou ele, ao “IGN”.

Sobre a origem da vilã, ele acrescentou: “Ela é, digamos, não do nosso planeta. Vou deixar como um mistério, mas é uma história cósmica, no sentido de ser extraterrestre, o que é algo que nunca fizemos nos filmes do X-Men, mas que é algo que faz parte da história da Fênix Negra. Eu senti que não podia fazer como no X3 e ignorar. Tínhamos de abraçar isso. Então, há muita coisa que acontece no espaço, e muito do que faz Jean encontrar esse lado sombrio e essa força que ela não pode controlar acontecem no espaço. E há forças que vem do espaço por conta disso.”

A impressão passada no trailer é de que a maioria dos personagens está contra o Professor Xavier, por suas escolhas, e Sophie Turner concorda. “Você está certo”, disse ao repórter do “IGN”. “Todo mundo parece odiar Charles nesse trailer e culpa-lo por tudo. Uma das principais coisas do filme, sobre Jean, é o abandono. Ela se sente abandonada por todos que ama e Charles é o maior deles. Ela se sente traída por ele e faz muitas coisas baseada nesse sentimento.”

Kingberg concluiu falando sobre as expectativas da ida dos X-Men ao universo da Marvel.

“Eu sempre olho para os quadrinhos como princípio para os filmes, e os fãs sabem que há muitas histórias cósmicas e extraterrestres para contar. É algo que não exploramos no passado. E é algo que começamos a explorar neste filme e que acho apropriado ser explorado nos próximos. Acho que é algo que o público agora está acostumado, dado ao que os filmes da Marvel tem trazido”, opinou o diretor.

Originalmente, o filme seria lançado nos cinemas em novembro, mas o estúdio decidiu adiar a estreia até 14 de fevereiro de 2019.