PUBLICIDADE
Topo

Entretenimento

Estrela de Bill Cosby vai permanecer na Calçada da Fama, diz organização

Bill Cosby chega à corte na Filadélfia para ouvir a sua sentença - AP Photo/Matt Slocum
Bill Cosby chega à corte na Filadélfia para ouvir a sua sentença Imagem: AP Photo/Matt Slocum

Caio Coletti

Colaboração para o UOL

25/09/2018 16h59

A Câmara de Comércio de Hollywood, que administra a Calçada da Fama, disse em comunicado oficial que a estrela do comediante Bill Cosby não será removida após a sua condenação pelo estupro de Andrea Constand, oficializada nesta quinta-feira (25) por um juiz na Pensilvânia (EUA).

Segundo o "Deadline", a Câmara argumenta que as estrelas marcam "apenas as realizações profissionais" dos homenageados. O comunicado também frisa o status da Calçada da Fama como um "registro histórico de figuras do entretenimento, do passado e do presente".

"Uma vez instaladas, as estrelas se tornam parte da estrutura da Calçada da Fama, que é reconhecida como um ponto turístico histórico, e são permanentes", completou a Câmara, reafirmando que não retira estrelas por nenhum motivo.

Cosby ganhou a estrela na Calçada da Fama em 1977, antes mesmo da estreia de sua série "The Cosby Show" (1984-1992), pela qual é mais lembrado hoje em dia.

Desde que o processo contra Cosby ganhou as manchetes, a estrela do comediante tem sido alvo de vandalismo na Calçada da Fama. Mais recentemente, uma inscrição apareceu no local com as palavras "serial rapist" ("estuprador serial").

O comediante foi condenado a pena de três a dez anos na cadeia, e registrado como um "predador sexual violento" na lista do governo americano. A inclusão do nome de Cosby na lista significa, na prática, que ele terá que passar o resto da vida em terapia, e que terá que reportar suas atividades às autoridades norte-americanas mesmo depois de sair da prisão.

Entretenimento