Topo

Música


Especialistas desvendam "mistério" de óvni avistado por Ney Matogrosso

O cantor Ney Matogrosso em seu apartamento no Rio - Reprodução/TVUOL
O cantor Ney Matogrosso em seu apartamento no Rio Imagem: Reprodução/TVUOL

Leonardo Rodrigues

Do UOL, em São Paulo

24/09/2018 18h57

O óvni (objeto voador não identificado) avistado por Ney Matogrosso na noite deste domingo (23), quando foi surpreendido por misteriosas luzes verticais em sua casa no Leblon, zona sul do Rio, é, muito provavelmente, um balão. A opinião é de alguns dos principais ufólogos brasileiros, que, a pedido do UOL, analisaram a foto e o vídeo postados pelo cantor em sua conta Instagram.

Segundo Ney Matogrosso, o objeto reluzente aparecia e desaparecia no ar e tinha a aparência de um "fio comprido", com muitas e pequenas luzes vermelhas. Registrado por ele, o “fenômeno” durou poucos minutos e movimentou as redes sociais. Veja abaixo os registros feitos com um celular.

Estou captando isso no céu não sei o que é

Uma publicação compartilhada por Ney Matogrosso (@neymatogrosso)

em

“Em primeira análise, acreditamos ser um balão. O ‘chumaço’ começou a cair e ficou queimando dependurado. Pedaços do chumaço caem queimando, até que acaba o combustível”, afirma o ufólogo mineiro Paulo Werner, do Cipfani (Centro de Investigações e Pesquisas de Fenômenos Aéreos Não Identificados).

Apesar de descartar a possibilidade de um "contato", o centro frisa que tal avaliação é preliminar já que, além das imagens, a metodologia de identificação de óvnis inclui visita diurna ao local em que o objeto foi avistado, análise da câmera utilizada no registro e entrevistas com testemunhas. O caso será analisado.

“Em posse destas informações iniciais, fazemos um cruzamento. Para determinar se o objeto se enquadra em um fenômeno natural ou se é realmente um óvni. Um objeto físico que está a baixa altitude. E vamos eliminando possíveis elementos de confusão.”

Um balão possivelmente parecido com o avistado por Ney Matogrosso - Reprodução
Um balão possivelmente parecido com o avistado por Ney Matogrosso
Imagem: Reprodução

Toni Inajar Kurowski, coeditor da "Revista UFO", publicada pelo CBPDV (Centro Brasileiro de Pesquisas de Discos Voadores), afirma que, pelas características apresentadas, um objeto muito alongado e com luzes intermitentes e irregulares, trata-se de uma "cangalha de balão dotada de fogos de artifício”.

A revista, que conta com uma equipe de análises de imagens, ressalta ainda a baixa qualidade da resolução da gravação e o fato de o objeto estar a grande distância do filmador. "Não há outros objetos no vídeo proposta que possam servir como referência de tamanho e distância ou ainda velocidade de deslocamento.”

Seguidores "cantaram" o balão

Após o post de Ney Matogrosso, seus seguidores levantaram várias teorias sobre a natureza do fenômeno. Entre defensores de explicações esotéricas e de cunho sobrenatural, houve quem apostasse em um drone, uma pipa de rabiola cintilante, um satélite e até um suposto “flare”, arma de defesa usada em caças de guerra.

Conspirações à parte, alguns já apostavam na possibilidade mais provável: um balão. “Ontem vi esse mesmo objeto, estranhei e gravei também, mas tive a oportunidade de olhar com o binóculo e percebi que era um balão”, afirmou o internauta Thiago Torres.

Prática comum na capital fluminense em época de festa junina e também em outros meses do ano, soltar balão é crime previsto no artigo 42 da Lei de Crimes Ambientais, sancionada em 1998.

A legislação também veda a fabricação e o transporte do material. A pena é de três anos de detenção e multa. Segundo a Defesa Civil, Os balões costumam ocasionar incêndios e afetar o espaço aéreo, sobretudo o de pequenas aeronaves.

Música