PUBLICIDADE
Topo

De Will Smith a Machine Gun Kelly: As maiores tretas de Eminem na música

Eminem se apresenta nos Estados Unidos - REUTERS/Mark Makela
Eminem se apresenta nos Estados Unidos
Imagem: REUTERS/Mark Makela

Rodolfo Vicentini

Do UOL, em São Paulo

20/09/2018 04h00

Desde que lançou o disco "Kamikaze", no dia 31 de agosto, Eminem não sai dos holofotes. Considerado pelos fãs um álbum de retorno às origens, ele faz uma crítica nas letras à nova geração do hip-hop, citando Lil Yachty, Lil Pump e Lil Xan. Machine  Gun  Kelly, citado em "Not Alike" tomou as dores dos colegas e lançou uma resposta a altura, "Rap Devil", que já acumula quase 100 milhões de visualizações no YouTube.

Junto com o disco veio uma nova polêmica. Em entrevista no YouTube, o rapper se desculpou por usar o termo "faggot" ["bicha", em português] para tentar ofender Tyler the Creator na canção "Fall". “Eu acho que esse foi um daqueles momentos em que eu fui longe demais. Digo isso, porque, na minha busca por uma forma de machucá-lo, eu acabei machucando muitas outras pessoas com o que falei”, declarou o artista.

Mas Eminem nunca foi flor que se cheire. O rapper acumula muitas tretas durante suas décadas como uma das figuras principais da indústria fonográfica. Veja abaixo -- e ouça -- algumas desavenças de Eminem com outros artistas, de Christina Aguilera a Will Smith.

Machine Gun Kelly

Mesmo sendo muito mais novo que Eminem, MGK está no mundo do rap há mais de 10 anos, ganhando atenção pelas composições cruas e que não poupam detalhes ao falar sobre violência e seus problemas com drogas. O rapper já lançou três álbuns na carreira, sendo o último, "Bloom" (2017), marcado por parcerias com Camila Cabello e Hailee Steinfeld.

Porém, Machine Gun ganhou um novo status dentro do hip-hop por não deixar barato e responder as provocações de Eminem sobre a nova geração de rappers com a porrada "Rap Devil", criticando o "vovô" Eminem sobre seu estilo e até falando de sua filha, Hailie. 

"Acho que meu pai enlouqueceu — sim Hailie você está certa / Seu pai sempre confinado no estúdio gritando com o microfone / Você está sóbrio e entediado, não é? / Eu sei / Prestes a completar 46 anos, parceiro / Cara, você soa como uma vadia/ Vire homem e lide com a sua própria merda", escreve MGK.

Duas semanas se passaram até Eminem lançar "Killshot", rebatendo todas as ofensas do rapper quase 20 anos mais novo e dividindo opiniões sobre quem ganhou a "batalha". Eminem versa durante a música: "Tenho mais fãs na sua cidade do que você, criança, vai brincar / Você gastou um dia gravando um vídeo para cavar sua própria cova".

Machine Gun Kelly ganhou muitos fãs por mostrar coragem ao rebater o icônico rapper, mas também vem recebendo olhares feios. Um vídeo divulgado mostra o cantor sendo vaiado ao abrir uma apresentação para o Fall  Out Boys nos Estados Unidos, enquanto outros registros garantem que  trata-se de "fake news" feita por um hater de MGK.

Há quem diga que o confronto entre eles não passa de marketing, já que eles são do mesmo selo e ainda usaram o mesmo produtor para as músicas. Será?

Christina Aguilera

Em 1999, a cantora norte-americana revelou durante um especial para a MTV que Eminem ia se casar com sua então namorada Kim Mathers. Além de vazar a informação, a popstar ainda reiterou as consequências da violência física em um relacionamento -- tudo porque Eminem não tinha sido nada respeitoso com Kim em seus trabalhos anteriores.

O rapper ficou irritado em ter a vida exposta, e lançou o single "The Real Slim Shady", em que espalhou alguns rumores de que Christina Aguilera teria feito sexo oral no apresentador Carson Daly e em Fred Durst, vocalista do Limp Bizkit. Eminem ainda relatou que ela passou DST (doenças sexualmente transmissíveis) para ele durante um encontro. 

A resposta da cantora veio em “The Real Slim  Shady (Please Shut Up)": "Quanto à questão de quem veio primeiro / Foi o Carson Daly ou o Fred Durst? / Sinto muito, mas, Slim, isso vai doer / Ambos ficaram mais perto do que você jamais vai ter, idiota".

Everlast

Não mexa com quem está quieto. E Everlast não seguiu muito bem esse conselho. Depois de crer que foi ignorado por Eminem nos bastidores de um show, Everlast falou da filha do cantor no remix de "Ear  Drums Pop". A resposta não tardou a aparecer. Em "I  Remember", Eminem ridicularizou até os problemas cardíacos de Everlast: "Eu me lembro quando você teve seu primeiro ataque cardíaco / Eu estava bem ali rindo quando soube da notícia / Queria apenas que o ataque tivesse o assassinado".

Assim como em um debate presidencial, a tréplica veio com Everlast falando que cuidou de Kim (ex-mulher de Eminem) e Hailie quando Eminem estava preso: "Vou dar uma olhada na sua senhora e brincar com a sua filha / Fazer com que ela mande cartas sobre as coisas que fizemos / Mandando fotos minhas descansando na sua casa". Pensa que acabou? Que nada. Eminem juntou forças em "Quitter" para mencionar que Everlast virou "um rapper country". Fim da luta.

Ja Rule

Ja Rule tinha uma briga com 50 Cent. Eminem não tinha nada a ver com isso, até que decidiu chamar o dono de "Get Rich or Die Tryin’" para sua gravadora. Ja Rule ficou furioso e mencionou a filha de Eminem no final de "Loose Change". 'Eminem, você diz que sua mãe é uma drogada e Kim é uma vadia / Então o que Hailie será quando crescer?", cantou Ja Rule.

A resposta chegou com "Doe Rae Me (Hailie’s Revenge)”, que ajudou no declínio da carreira do adversário. No início da música, Eminem pergunta à Hailie o que ela quer ser quando ficar adulta. A pequena responde: "Eu não sei, pai / Mas eu não quero ser como os filhos de Ja Rule". Em outro trecho da canção, o rapper ainda fala: "Ja Rule, para de brincar que você não é 2Pac".

Mariah Carey

Eminem sempre comentou que teve um caso com Mariah Carey em 2001 e lançou a faixa "Bagpipes From Baghdad" após a popstar se casar com o ator Nick Cannon, perguntando "por que nós nos separamos, Mariah?" e afirmando que quer muito ficar com ela. Mariah não deixou barato e lançou "Obsessed", cujo clipe mostra um "sósia" de Eminem obcecado pela cantora.

Eminem se revoltou com a jogada da rival e soltou os cachorros em "The Warning". Ele canta: "Quantas vezes você apareceu na minha casa, ainda estou tentando contar / É melhor calar a boca se você não quer que Nick descubra". Cannon até ensaiou uma resposta em seu blog, escrevendo um texto sobre a "Senhora Marshal", mas depois apagou a publicação.

Moby

O DJ e produtor norte-americano chamou Eminem de misógino, homofóbico e antissemita. Depois de rebater as críticas em "Without Me", Eminem ainda chamou Moby para as vias de fato no VMA 2002. Após o evento, o DJ elogiou Eminem, mas se assustou com a reação exagerada do rapper, já eles nunca tinham se conhecido até então.

Ele ainda apontou a contradição de Eminem ao mandar Moby "chupá-lo", questionando quão problemático pode ser Eminem ao glorificar termos homofóbicos para influenciar a nova geração. A dupla nunca resolveu os problemas.

Will Smith

O rapper e ator foi outro que acabou arranjando briga com o "rap God". Will Smith venceu Eminem na categoria de melhor vídeo no VMA 1999.

Em seu discurso, ele salientou que não precisa falar palavrões ou ameaçar as pessoas para vender discos. Eminem demonstrou sua irritação com o astro em "The Real Slim Shady", mas parece que Will não se importou muito, já que a resposta veio muitos anos depois, com "Mr. Nice Guy. "Desrespeitado por Eminem, mas não me importo / Sim, ele tem classe / Grande Will acabou de fazer mais 20 milhões, passa direto por Eminem / Eu sou um cara legal, por que me criticar, hein?".

Errata: o texto foi atualizado
Diferentemente do informado inicialmente, Machine Gun Kelly foi mencionado por Eminem em uma faixa do novo álbum, "Not Alike". O conteúdo foi corrigido.