PUBLICIDADE
Topo

"Bond 25": Novo filme do 007 anuncia Cary Joji Fukunaga como diretor

25.ago.2014 - Cary Joji Fukunaga recebe o Emmy por Melhor Diretor de Série Dramática por "True Detective" - Kevin Winter/AFP
25.ago.2014 - Cary Joji Fukunaga recebe o Emmy por Melhor Diretor de Série Dramática por "True Detective" Imagem: Kevin Winter/AFP

Maurício Dehò

Do UOL, em São Paulo

20/09/2018 06h29

Os produtores do novo filme do agente secreto James Bond, o 007, anunciaram nesta quinta-feira que Cary Joji Fukunaga será o novo diretor do longa, após a saída de Danny Boyle do projeto. As informações foram divulgadas no Twitter da franquia.

Fukunaga, de 41 anos, é um cineasta norte-americano famoso pelo aclamado "Beasts of No Nation", drama baseado nas experiências de uma criança que atua como soldado em uma guerra civil na África. Ele também dirigiu episódios de "Maniac" e "True Detective" e esteve à frente de "Jane Eyre".

As gravações de "Bond 25" começam no Pinewood Studios, no Reino Unido, em 4 de março de 2019, e o lançamento está programado para 14 de fevereiro de 2020 - três meses depois do previsto inicialmente.

Boyle teve divergências com os produtores Barbara Broccoli e Michael G. Wilson, e também com o ator Daniel Craig, que interpretará Bond mais uma vez, e acabou desligado do filme no fim de agosto.

"Nós estamos encantados de estar trabalhando com Cary. Sua versatilidade e inovações fazem dele uma excelente escolha para nossa aventura de James Bond", disseram os produtores, via Twitter.

Uma curiosidade é que Fukunaga trabalhou com Idris Elba em "Beasts of no Nation", e Elba vem sendo cotado para ser o próximo 007 - seria o primeiro negro no papel. No entanto, tudo não passam de rumores até aqui.

Na última semana, Neal Purvis e Robert Wade, roteiristas de longa data da franquia, foram recontratados pelo estúdio para desenvolver o script da próxima aventura do espião. Purvis e Wade fazem esta função desde "007 - Cassino Royale" (2005), primeiro filme de Daniel Craig no papel.

Eles chegaram a entregar um rascunho de roteiro para "Bond 25", como o projeto está sendo chamado, mas o texto foi descartado quando o diretor Danny Boyle entrou no projeto, trazendo seu parceiro de "Trainspotting - Sem Limites", John Hodge, para escrever um novo script - trabalho que acabou frustrado.