PUBLICIDADE
Topo

AMC Networks quer que zumbis de "Walking Dead" vivam para sempre

Daryl e Rick em cena de "The Walking Dead" - Divulgação
Daryl e Rick em cena de "The Walking Dead" Imagem: Divulgação

Lucas Shaw

Da Bloomberg

19/09/2018 19h45

A AMC Networks quer manter "The Walking Dead" com vida nos próximos anos. A empresa, proprietária da popular série sobre apocalipse zumbi, planeja produzir vários filmes e novos programas de TV baseados na história em quadrinhos que originou a série, segundo pessoas familiarizadas com os planos. A

As discussões fazem parte de um plano ambicioso para garantir que a história macabra cocriada por Robert Kirkman continue enchendo os cofres da empresa durante mais 10 anos, disse o CEO Josh Sapan, em conferência com investidores, na semana passada. A popularidade do programa, juntamente com sucessos anteriores como "Mad Men" e "Breaking Bad", permitiu que a AMC dobrasse a receita nos últimos cinco anos por meio da venda de anúncios, de comissões de provedoras de TV paga e de acordos para reprises.

No momento em que o programa original entra em sua nona temporada, a AMC busca formas de expandir a série com uma franquia que sobreviva em diversos formatos, como "Star Wars" e "Star Trek", em vez de estirar demais uma propriedade que já mostra sinais de fadiga. Depois de atingir o pico de 19 milhões de telespectadores em 2015, o público de "The Walking Dead" caiu para uma média de 11 milhões na última temporada.

Planos para o futuro

"Temos um plano que se estende bastante no futuro", disse Sapan, em conferência no dia 12 de setembro, sem dar detalhes.

Embora a AMC ainda esteja trabalhando nos detalhes, os pilares do plano vão se tornando claros. A empresa quer produzir vários filmes para uma emissora de TV ou serviço de streaming que poderiam se transformar em séries diferentes, disseram as pessoas. A empresa também levaria a franquia para o exterior, estabelecendo pelo menos uma série em outro país. "The Walking Dead" é um dos programas mais populares em dezenas de países.

Scott Gimple, que produziu várias temporadas de "The Walking Dead", supervisiona o desenvolvimento de diferentes possibilidades narrativas. Ele foi nomeado diretor de conteúdo de "The Walking Dead" e de sua prequel, "Fear the Walking Dead", em janeiro.

Charlie Collier, presidente do canal e do estúdio da AMC, lidera o esforço comercial. Ele ingressou na empresa em 2006 e ajudou a transformar a principal emissora da companhia, antes dedicada a filmes antigos, em um destino de dramas de alto nível, como os premiados seriados "Mad Men" e "Breaking Bad".

Nenhum programa foi mais importante para a AMC que "The Walking Dead", que continua sendo um dos programas de maior audiência da TV após oito anos. Os espectadores estavam tão ansiosos para esmiuçar cada momento que a AMC criou um talk show para discutir cada episódio. Apresentado por Chris Hardwick, o programa "Talking Dead" muitas vezes também aparece entre os programas de maior audiência da TV a cabo e inspirou várias imitações.