PUBLICIDADE
Topo

William Shatner explica a morte do Capitão Kirk em "Star Trek"

Sr. Spock (Leonard Nimoy, à esq.) e Capitão Kirk (William Shatner, à dir.) em cena da série de TV "Star Trek" - Divulgação
Sr. Spock (Leonard Nimoy, à esq.) e Capitão Kirk (William Shatner, à dir.) em cena da série de TV "Star Trek" Imagem: Divulgação

Maurício Dehò

Do UOL, em São Paulo

18/09/2018 11h49

O ator William Shatner tem repassado sua vida, já que escreveu recentemente seu livro de memórias. E uma das questões levantadas é algo muito interessante para os fãs de "Star Trek". Afinal, o que motivou, nos bastidores, a decisão pela morte do Capitão Kirk?

Durante uma entrevista na convenção IC Collectors, noticiada pelo "Comic Book", ele deu sua versão para o assunto, e afirmou que tudo não passou de uma decisão baseada nas finanças e na bilheteria, e em nada em um processo criativo.

"Então, o produtor me disse: 'Nós vamos matar Kirk, porque achamos que assim 'The Next Generation' (1994) vai fazer mais dinheiro na bilheteria'. E eu disse: 'Por que? Por que vocês querem matar o Capitão?", relatou Shatner.

"Eles disseram: 'Ah, bilheteria, gastos, orçamento... Você quer fazer parte disso?'. Eu disse que sim", completou o ator.

Em outra entrevista recente, ele disse que se viu com pouco poder de barganha para divergir de qualquer decisão sobre  personagem. "Bem, eu acho que não tinha escolha. A Paramount achou que o teto de bilheteria que podíamos atingir já havia sido atingido, e que eles queriam mais. Ou eu aparecia e [o personagem] morria, ou eles falariam que eu morri."

Sobre voltar a viver Kirk em um outro momento, ele negou. "Estou feliz com o que estou fazendo agora. Me ofereceram muitas séries com o passar dos anos. Mas nunca quis comprometer meu tempo. E, na fase atual da minha vida, isso é o que mais importa". Apesar disso, ele não descarta fazer participações especiais mais pontuais.