Topo

Filmes e séries

Como substituto de série se transformou em galã teen da Netflix em 2018

Frazer Harrison/Getty Images
Shannon Purser e Noah Centineo, estrelas de "Sierra Burgess é uma Loser" Imagem: Frazer Harrison/Getty Images

Osmar Portilho

Colaboração para o UOL

15/09/2018 04h00

Substituir um ator no meio de uma série e da vida a um personagem que já tem "a cara" de outra pessoa é uma tarefa árdua. Mas essa tarefa espinhosa que Noah Centineo enfrentou em 2015, ao entrar no lugar de Jake T. Austin como Jesus em "The Fosters", possivelmente foi sua credencial para desfrutar de um período em alta que vive em 2018.

Aos 22 anos, o ator é figurinha carimbada da tela principal da Netflix. Navegando pelo serviço de streaming, dificilmente você não dará de cara com seu rosto em duas grandes apostas da gigante produtora no segmento de dramas e comédias com foco no público teen: "Para Todos os Garotos que Já Amei" e "Sierra Burgess é uma Loser".

Divulgação
Noah Centineo como Jesus em "The Fosters" Imagem: Divulgação

Depois de encarar três temporadas como Jesus Adam Foster -- contra duas de seu antecessor -- no drama do canal ABC Family, Noah começa a colher o sucesso com os longa-metragens. "Eu não sei como isso aconteceu. Eu só acordei um dia...Minha vida mudou com certeza e de várias maneiras", disse ao site ET Canadá.

Sucesso no Instagram X aversão às redes sociais

No dia da estreia de "Para Todos os Garotos que Já Amei", Noah ganhou 1 milhão de seguidores no seu Instagram em questão de horas. Hoje já são 10,5 milhões. Um garoto de 22 anos, com pinta de galã e com dois filmes bombados teria tudo para ficar grudado em suas redes sociais, não é? Nesse caso não.

"O lance é o seguinte. É muito simples. Se você deixar seu telefone de lado e dar uma volta no quarteirão ou ler durante dez minutos, isso vai te forçar a interagir com o mundo lá fora. Isso é muito terapêutico e revigorante", afirmou ao site da revista Seventeen.

Além dos filmes, ainda tem clipe

Caso você tenha passado pela TV e pela Netflix sem ver Noah Centineo, seu rosto pode lhe parece familiar pelo bombado clipe de "Havana", de Camila Cabello, que hoje tem 680 milhões de visualizações.

Não bastasse fazer o par romântico com a ex-cantora do Fifth Harmony, ele ainda deu uma alegria extra para sua irmã, que é fã de Camila, como explicou ao site Vulture.

"Meu empresário me ligou um dia e dizendo que havia uma oportunidade de fazer um clipe, mas não sabia se eu iria querer. Aí ele me conta que é Camila Cabello e a música Havana. Minha irmã tinha me mostrado a canção uma semana antes e eu amei. Estava 100% dentro".

A experiência do vídeo foi diferente dos roteiros habituais do ator. "Aí eu cheguei lá e me colocaram em um terno incrível. Anéis de ouro, correntes, cabelo liso para trás...Fiquei todo cubano! E aí me apresentaram para Camila, que é a pessoa mais amável e gentil do mundo. Ela tem muita energia", afirmou.

Popular na tela, mas não na escola

Tanto como Peter Kavinsky em "Para Todos os Garotos que Já Amei" ou como Jamey de "Sierra Burgess é uma Loser", Noah interpreta o típico garoto popular do colégio. Bonitão, praticante de esportes e disputado pelas garotas.

Na vida real, segundo contou ao Vulture, não era bem assim. "Eu era um menininho pequeno e pateta. Eu sempre sentava no fundo da sala fazendo piadas e não escutava nada do que o professor dizia. Eu não fui nada bem na escola. E eu não me importava nem um pouco com certas estruturas sociais para se estar em alguma posição para ser um cara legal".

Se não foi popular no colégio, Noah agora pode desfrutar de seus papéis para sentir na pele a vida dos queridinhos do colégio, e mais ainda:  ser mais popular ainda na vida real.

Facebook Messenger

Receba as principais notícias do dia. É de graça!