Topo

Música

"Não hesitarei em matá-la": Ameaças para Taylor Swift são divulgadas por site

Reprodução/Instagram/@taylorswift
Taylor Swift Imagem: Reprodução/Instagram/@taylorswift

Rodolfo Vicentini

Do UOL, em São Paulo

14/09/2018 18h09

Taylor Swift conseguiu uma ordem de restrição contra Eric Swarbrick, que vem a ameaçando desde setembro de 2016. 

O "TMZ" divulgou algumas das cartas que o homem de 26 anos enviou para a casa da cantora no Tennessee. "Eu quero estuprar Taylor Swift. Por isso eu odeio Taylor... Desta forma que eu sei que eu sou a alma gêmea dela", escreveu Eric em uma das mensagens.

Em outra carta, ele fala de tentar assassinar a popstar. "Eu não hesitarei em matá-la... e não há nada que vocês, seus advogados ou a lei podem fazer a respeito. Lembrem-se quem eu sou".

Segundo os documentos oficiais, as cartas ficaram mais alarmantes nos últimos meses, causando "estresse, medo e ansiedade" na cantora e seus familiares. Os advogados de Taylor apontaram que realmente há risco do homem levar suas ideias até as últimas consequências.

Um juiz ordenou que Eric pare imediatamente de tentar contatar a cantora, e proibiu que ele se aproxime da residência dela nos Estados Unidos.

Facebook Messenger

Receba as principais notícias do dia. É de graça!