Topo

Filmes e séries

Emissora diz que tem planos para "uma década ou mais" de "The Walking Dead"

Divulgação
Daryl e Rick em cena de "The Walking Dead" Imagem: Divulgação

Caio Coletti

Colaboração para o UOL

14/09/2018 09h09

"The Walking Dead" não vai acabar tão cedo, segundo o chefe da emissora AMC, que exibe a série no território norte-americano. Josh Sapan, CEO do canal, disse que há planos para continuar a série e seu universo por "uma década ou mais".

Sapan falou a um grupo de investidores durante conferência do banco Goldman Sachs, segundo o "The Hollywood Reporter". "'The Walking Dead' compreende um universo ficcional, e temos planos para gerenciá-lo por uma década ou mais. É um plano cuidadoso, que respeita os fãs", comentou.

Por enquanto, a única movimentação da AMC para expandir o universo de "The Walking Dead" além da série principal foi o lançamento do spin-off "Fear the Walking Dead", mas isso deve mudar em breve.

Scott Gimple, que até o fim da oitava temporada serviu como showrunner da série original, foi "promovido" dentro da AMC para supervisor do universo de "The Walking Dead". Gimple vai conduzir o desenvolvimento de novas séries derivadas e outros produtos da franquia.

No ano passado, Gimple chegou a dizer que "The Walking Dead" pode passar de 20 temporadas, com uma troca constante de elenco. "Estamos tentando fazer 20 anos. Os quadrinhos não tem uma previsão de acabar, então porque nós teríamos?", comentou.

"The Walking Dead" se aproxima da estreia de sua nona temporada, em 7 de outubro. Ela marcará a última de Andrew Lincoln no papel de Rick Grimes, que protagonizou a série desde o episódio piloto.

Facebook Messenger

Receba as principais notícias do dia. É de graça!