PUBLICIDADE
Topo

Viola Davis revela que se arrepende de ter feito "Histórias Cruzadas"

Viola Davis em cena de "Histórias Cruzadas" - Reprodução
Viola Davis em cena de "Histórias Cruzadas" Imagem: Reprodução

Rodolfo Vicentini

Do UOL, em São Paulo

11/09/2018 21h56

Viola Davis revelou, durante entrevista ao "The New York Times", que se arrepende de ter participado do filme "Histórias Cruzadas", pelo qual recebeu uma indicação ao Oscar.

"Se eu já me arrependi de algum papel? Sim, 'Histórias Cruzadas' está nesta lista. Eu senti que no final as vozes das empregadas não foram ouvidas", disse a atriz.

"Eu conheço Aibileen, conheço Minny [papel de Octavia  Spencer, que levou o Oscar de atriz coadjuvante]. Elas são minha mãe, elas são minha avó. E eu sei que, se você faz um filme cuja premissa é saber como é trabalhar para pessoas brancos na década de 60, quero ouvir como você realmente se sente. E eu não ouvi isso durante o filme", completou.

A atriz ainda deixou claro que teve uma boa experiência com o elenco e o diretor, Tate Taylor. "As amizades que fiz são aquelas que vou guardar para o resto da minha vida. Eu tive uma ótima experiência com as outras atrizes, que são seres humanos extraordinários. E não poderia pedir uma colaboração melhor do que com Tate".

Na trama, Viola e Octavia Spencer interpretam duas empregadas de famílias tradicionais de classe média alta dos Estados Unidos. Sofrendo preconceito praticamente a todo momento, a dupla é ajudada pela sonhadora Skeeter (papel de Emma Stone), que decide escrever um livro contando a história das trabalhadoras.

Viola Davis recebeu o Oscar de melhor atriz coadjuvante em 2017 por "Um Limite Entre Nós".