PUBLICIDADE
Topo

Entretenimento

Sally Field revela que sofreu abuso sexual do padrasto, o ator Jock Mahoney

A atriz Sally Field   - Carlo Allegri/Reuters
A atriz Sally Field Imagem: Carlo Allegri/Reuters

Caio Coletti

Colaboração para o UOL

11/09/2018 12h15

Em seu novo livro de memórias, intitulado "In Pieces", a atriz Sally Field revela que sofreu abuso sexual durante a infância nas mãos do padrasto, o ator e dublê Jock Mahoney, famoso por interpretar o Tarzan nos anos 60.

A mãe da atriz, Margaret Field, se separou de Mahoney em 1968, quando a filha tinha 22 anos. O ator morreu em 1989. Em entrevista ao "The New York Times" sobre o livro, Field revela que só contou à mãe sobre o abuso recentemente, em 2012. 

Tarzan - Reprodução - Reprodução
Jock Mahoney como o Tarzan nos anos 60
Imagem: Reprodução

"Ele me chamava para o quarto dele até os meus 14 anos. Eu me sentia como uma criança, sem esperança de reagir, mas também como uma adulta. Poderosa. Eu sabia que isso [sexo] era poder", relembra a atriz. "Eu queria ser apenas uma criança, mas ele não deixou".

Outros trechos do livro implicam homens com quem Field trabalhou em casos de assédio sexual. Em um momento, por exemplo, a atriz conta que fumou haxixe com o cantor Jimmy Webb, ficou inconsciente e acordou horas mais tarde enquanto ele tentava estuprá-la.

Sobre o caso, a atriz chega a dizer que o cantor "não teve intenção maliciosa". "Nós dois simplesmente estávamos drogados demais", comenta. Webb nega a acusação.

Já em 1976, Field participou dos testes de elenco para o filme "O Guarda-Costas", em que o diretor Bob Rafaelson disse que "não poderia contratar uma atriz que não beijasse bem". Field cedeu aos avanços do diretor, e ganhou o papel - outro caso em que o acusado, Rafaelson, nega o acontecido.

Field, que completa 72 anos no próximo dia 6 de novembro, é vencedora de dois Oscar e lembrada por papéis em filmes como "Forrest Gump - O Contador de Histórias", "Flores de Aço" e "O Espetacular Homem-Aranha".

Entretenimento