PUBLICIDADE
Topo

Cenas de nudez de Chris Pine marcam a 1ª exibição de "Legítimo Rei"

Chris Pine como Robert Bruce em "Legítimo Rei", da Netflix - David Eustace/Divulgação/Netflix
Chris Pine como Robert Bruce em "Legítimo Rei", da Netflix
Imagem: David Eustace/Divulgação/Netflix

Lello Lopes

Do UOL, em São Paulo

07/09/2018 12h32

O épico medieval "Legítimo Rei", que estreia em novembro, promete ser um dos projetos mais ambiciosos da Netflix. Após a sua primeira exibição, no Festival de Toronto, mostra que também pode ser um dos mais polêmicos, já que apresenta cenas de nu frontal de seu protagonista, o astro Chris Pine.

O filme conta a história de ​​​​​​​Robert Bruce, um nobre que toma a coroa e depois vira um fora-da-lei na Escócia do século 14. Segundo a imprensa internacional que viu o filme no festival canadense, "Legítimo Rei" é uma espécie de mistura de "Coração Valente" com "Game of Thrones".

Mas também é comparado a um outro filme: "The Room", o clássico tosco de Tommy Wiseau retratado por James Franco em "Artista do Desastre". A comparação acontece por causa de uma cena de sexo muito parecida com a de Wiseau, tanto pela maneira como foi filmada (focando principalmente o bumbum de Pine) quanto pelo incômodo que provoca.

No ano passado, em entrevista à Cosmopolitan, Pine falou sobre aparecer pelado na tela. "Eu acho que a maneira como a nossa sociedade lida com a nudez é muito estúpida. Sempre que alguém levanta da cama em um filme a mulher está cobrindo os seus e o homem está cobrindo o pênis. Isso não acontece na vida real. Se você está saindo da cama, fique pelado. É o que as pessoas fazem."