PUBLICIDADE
Topo

Assustador ou divertido? Críticos exaltam entretenimento de "O Predador"

Cena de "O Predador", que estreia no dia 13 de setembro - Divulgação
Cena de "O Predador", que estreia no dia 13 de setembro Imagem: Divulgação

Osmar Portilho

Colaboração para o UOL

07/09/2018 16h49

O que você espera de "O Predador"? Um filme divertido ou assustador? Nos sites especializados em cinema dos Estados Unidos, os críticos se dividem sobre o longa dirigido por Shane Black, que estreia por aqui na próxima quinta-feira (13). Um ponto onde boa parte dos artigos concorda é que esta se trata de uma obra que visa o entretenimento, e não ser uma peça de suspense ou terror.

"Predador é um filme de ação imperfeito, mas o elenco forte e um pouco de magia de Shane Black dão um brilho que tem faltado nas recentes tentativas de reviver alienígenas assassinos. Não é o auge de Black, mas é uma divertido desde que você não pense muito sobre isso", diz a resenha do site Digital Spy.

Shane Black tem uma relação próxima com a franquia da poderosa criatura, já que ele atuou no clássico de 1987 protagonizado por Arnold Schwarzenegger, quando interpretou Hawkins.

Já a Variety, apontou para a falta de alguns elementos de terror. "Agora temos um tipo de mistura entre "Indiana Jones", "Jurassic Park" e um filme de kung fu, não é nada assustador, pelo menos é barulhento. É energeticamente exaustivo", explica o texto.

O IGN, por sua vez, lembra do "senso de humor obsceno e personagens desordenados" e outros tópicos que ajudam a atualizar O Predador após 31 anos. "Mas tudo acaba desabando durante o frenético e confuso ato final, uma conclusão decepcionante", lamenta a resenha.

No Hollywood Reporter, o texto faz uma comparação com os filmes anteriores da franquia, que "tentavam ser obscuros e tensos". "O filme de Black é tão habilmente exagerado que é fácil e prazeroso para assistir, embora não seja exatamente assustado ou cheio de suspense", pontuou. "Se o mundo realmente precisa desse reboot, essa é uma questão a ser debatida, mas a opinião de Black é que não devemos nos levar tão a sério enquanto estamos sendo entretidos", completou.

O texto do site /Film resume bem esse sentimento de diversão em uma obra rasa. "O roteiro não faz sentido. Um monte de piadas sem graça. Há uma armação sem sentido para uma sequência. Mas enquanto estiver assistindo ao filme, é difícil não se deixar levar por todo o divertimento", concluiu.