PUBLICIDADE
Topo

Entretenimento

Empresa de Gwyneth Paltrow é multada em R$ 600 mil por causa de ovo vaginal

A atriz Gwyneth Paltrow - Getty Images
A atriz Gwyneth Paltrow Imagem: Getty Images

Renata Nogueira

Do UOL, em São Paulo

05/09/2018 20h19

A Goop, empresa de bem-estar da atriz Gwyneth Paltrow, foi condenada nesta quarta-feira (5) a pagar uma multa de US$ 145 mil (cerca de R$ 600 mil) por divulgar que seus cristais vaginais teriam propriedades médicas. O valor foi definido pelas autoridades do distrito de Santa Clara, na California, com base em leis de defesa do consumidor.

No site da empresa, os cristais em formato de ovo são vendidos por US$ 55 (cerca de R$ 230). Segundo a marca, o produto funcionaria para o fortalecimento muscular da vagina, além de trazer bem-estar e até prevenir a depressão. 

A empresa tem sido criticada por supostas alegações infundadas. A descrição online dos ovos vaginais feitos de jade e quartzo rosa afirmam que os óvulos podem até mesmo recarregar sua energia com a lua cheia.

O polêmico ovo vaginal de quartzo rosa vendido no site da Goop, empresa da atriz Gwyneth Paltrow - Reprodução/shop.goop.com - Reprodução/shop.goop.com
O ovo vaginal de quartzo rosa é vendido por US$ 55 no site da Goop, empresa da atriz Gwyneth Paltrow
Imagem: Reprodução/shop.goop.com

De acordo com o processo, o "império de bem-estar de Goop vendeu uma série de produtos de saúde para mulheres cujas alegações médicas não têm apoio em uma ciência competente e confiável."

"A saúde e o dinheiro dos moradores de Santa Clara nunca devem ser colocado em risco por publicidade enganosa. Protegeremos nossos consumidores de forma vigilante contra empresas que prometem benefícios para a saúde sem o apoio da ciência", esclareceu o promotor Jeff Rosen, que assina o documento.

Não é a primeira vez que Gwyneth Paltrow se envolve em polêmicas. Ela também tem sido fortemente criticada nos últimos tempos por estimular a prática da vaporização vaginal. A atriz não se pronunciou sobre a condenação da Goop, mas a empresa divulgou uma nota oficial e ajustou a descrição do ovo vaginal no site oficial. 

"A Goop oferece um fórum para os praticantes apresentarem seus pontos de vista e experiências com vários produtos, como o ovo vaginal de jade. A lei, no entanto, algumas vezes vê declarações como essa, como reivindicações de publicidade, que estão sujeitas a vários requisitos legais", explica a empresa sobre os benefícios apontados por suas clientes.

"As autoridades nos auxiliaram na aplicação dessas leis ao conteúdo que publicamos. Agradecemos a orientação sobre o assunto, à medida que passamos de pioneiros neste espaço para uma autoridade de bem-estar estabelecida", finaliza o comunicado.

Entretenimento