PUBLICIDADE
Topo

Selena Gomez quebra silêncio sobre overdose de Demi Lovato: "Eu a amo"

Selena Gomez e Demi Lovato em foto de 2008 - Mark Davis/Getty Images
Selena Gomez e Demi Lovato em foto de 2008 Imagem: Mark Davis/Getty Images

Caio Coletti

Colaboração para o UOL

04/09/2018 14h32

Selena Gomez conversou com a "Elle" para a matéria de capa de outubro da revista, e se abriu pela primeira vez sobre as provações enfrentadas pela amiga Demi Lovato. Ambas foram estrelas da Disney no começo da carreira, e chegaram a atuar juntas em "Programa de Proteção Para Princesas".

"O que eu posso dizer sobre Demi é que eu contatei ela pessoalmente", comentou Gomez. "Eu não queria fazer algo público. Eu a amo. Eu a conheço desde que tínhamos sete anos de idade. É isso que eu posso dizer".

Quando Gomez deu a entrevista, Lovato ainda estava no hospital após ser encontrada inconsciente em sua casa em Los Angeles. Desde então, a cantora recebeu alta e foi para uma clínica de reabilitação, onde deve tratar seus problemas com álcool e drogas.

Trabalho beneficente

Gomez também discutiu na entrevista seus novos projetos e sua rotina. Segundo a popstar, seu foco no momento está no trabalho beneficente com a organização A21, que luta contra o tráfico de pessoas ao redor do mundo.

"Eu não queria falar sobre isso antes de realmente mergulhar no trabalho", disse, justificando seu silêncio sobre o assunto. "Não queria que fosse uma história do tipo 'olha que coisa boa essa celebridade está fazendo'. Eu quero que seja uma conversa séria".

Outro projeto recente é a linha de tênis desenhada por ela em parceria com a marca Puma. O modelo tem as iniciais SG (de Selena Gomez) inscritos na lateral - mas, segundo a cantora, as letras também podem significar "Strong Girl" (garota forte).

"O ponto é fazer com que o foco não seja em mim. É maior do que eu, maior do que a Puma. É sobre o que eu acredito e o que eu escolho fazer com a plataforma que tenho", comentou.