Topo

Entretenimento


Crivella é criticado por falar em "recompor" o acervo do Museu Nacional

Maurício Dehò

Do UOL, em São Paulo

03/09/2018 10h31

O prefeito do Rio de Janeiro, Marcelo Crivella, publicou um post falando sobre a tragédia do Museu Nacional, destruído por um incêndio no começo da noite deste domingo. Ele lamentou o ocorrido, mas uma fala dando a entender que é possível reconstruir o acervo acabou pegando mal entre os internautas.

"Trágico incidente que destruiu um palácio marcante da nossa história. É um dever nacional reconstruí-lo das cinzas, recompor cada detalhe eternizado em pinturas e fotos e ainda que não seja o original continuará a ser para sempre a lembrança da família imperial que nos deu a independência, o império, a primeira constituição e a unidade nacional."

Ao falar em reconstruir o palácio e recompor "cada detalhe eternizado em pinturas e fotos", Crivella não citou o acervo de 20 milhões de itens, com peças de valor histórico como um meteorito de 5 toneladas e Luiza o mais antigo fóssil humano já encontrado no país.

Os internautas criticaram a visão simplista do problema: "Vai começar por onde? Pelos fósseis de milhares de anos? Pelas Múmias egípcias de milhares de anos? Por incontáveis horas de pesquisa perdidas?", comentou Mauricio Victor Viga Beniacar. Rafael Oliveira adicionou: "Não se reconstrói informação paleontológica de fósseis, prefeito."

Outro internauta, Antonio Brito opinou: "Crivella, por mais que faça a restauração, as coleções eram únicas. Essas nunca mais teremos. O senhor foi senador pelo RJ. Pq nunca lutou para trazer verba para o Museu? O senhor até ministro foi, e não lutou pelo Museu? Não acha que seria melhor ter ficado calado?".

Houve quem aliviasse a parte do prefeito, como Rafael Vieira da Silva: "Para os desinformados o museu é ligado a UFRJ e ao Ministério da Educação, não ao prefeito. Cobrem de quem deve ser cobrado."

Visita ao museu

Na manhã desta segunda-feira, Crivella foi ao local do incêndio e voltou a falar. Ele disse ter sido uma "fatalidade, porque foi depois da hora do expediente" e repetiu o discurso de seu comunicado oficial.

“É uma tragédia que leva o RJ a amanhecer nesta segunda-feira de luto. Agora, nós vamos reconstruir nosso palácio. Nós temos projetos, nós temos fotografias, temos quadros, pinturas, e é hora de unirmos as forças e reconstruí-lo", afirmou o prefeito, à "CBN".

“No mês passado, eles nos pediram ajuda e a prefeitura esteve aqui treinando durante cinco aulas, cinco sessões, os funcionários, para prevenção e combate a incêndio. Mas o que ocorreu foi uma fatalidade, porque foi depois da hora do expediente”, completou.

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{user.alternativeText}}
Avaliar:

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Entretenimento