PUBLICIDADE
Topo

Como Shawn Mendes passou de "menino da internet" a fenômeno das paradas

Shawn Mendes sorri para o público brasileiro no VillaMix Festival Goiânia - Manuela Scarpa/Brazil News
Shawn Mendes sorri para o público brasileiro no VillaMix Festival Goiânia Imagem: Manuela Scarpa/Brazil News

Osmar Portilho

Colaboração para o UOL

03/09/2018 04h00

Shawn Mendes tem números impressionantes em sua carreira. Suas músicas já foram executadas em streaming 15 bilhões de vezes, três discos no topo das paradas e um show para 120 mil pessoas no Rock in Rio. Mas o número mais impressionante é a idade com que ele conquistou isso: 20 anos.

Shawn Mendes estreou no Brasil em grande estilo. O primeiro show do canadense no país foi de cara no principal palco do Rock in Rio - Marco Antonio Teixeira/UOL - Marco Antonio Teixeira/UOL
Shawn Mendes estreou no Brasil em grande estilo. O primeiro show do canadense no país foi de cara no principal palco do Rock in Rio
Imagem: Marco Antonio Teixeira/UOL

Como muitos de seus artistas contemporâneos, Shawn explodiu primeiro na internet. Suas conquistas online já eram expressivas quando fazia covers de Justin Bieber e Ed Sheeran para o Vine, onde já tinha um milhão de seguidores. O impacto do potencial de ser uma estrela mundial de Shawn primeiro bateu em Andrew Gertler, que o descobriu no YouTube. "Eu fiquei imediatamente impressionado com sua voz", diz ele em artigo que estampa a capa da revista Variety.

Quem também se surpreendeu e sentiu o cheiro do estrelismo na aura de Shawn foi David Massey, na época CEO da gravadora Island. "Eu soube nos primeiros dois minutos que ele era uma estrela. Quando se tem esse tipo de artista você tem que pensar nas maiores possibilidades. E foi isso que fizemos desde o primeiro dia", afirmou.

Sai webcam, entram as plateias

A preparação de Shawn Mendes para o estrelato começou quando ele ainda tinha 15 anos. O lançamento de seu primeiro single, "Life of the Party", já mostrou que o sucesso seria inevitável.

11.dez.2015 - Os cantores Shawn Mendes e Camila Cabello em evento no Madison Square Garden, em Nova York - Brad Barket/Getty Images for iHeartMedia - Brad Barket/Getty Images for iHeartMedia
Os cantores Shawn Mendes e Camila Cabello em evento no Madison Square Garden, em Nova York
Imagem: Brad Barket/Getty Images for iHeartMedia

No verão de 2014, foi a vez de colocar o pé na estrada e encarar suas primeiras plateias ao abrir os shows de Austin Mahone. Só ele e seu violão. E foi nas turnês que conheceu Camila Cabello, quando ainda era integrante do Fifth Harmony.

"Tempos depois ele me disse que era sua primeira vez tocando em palcos. Suas mãos estavam tremendo enquanto ele tocava o violão", disse a cantora.

A próxima tarefa foi mais uma aula para Shawn entender o que viria mais para frente: abrir shows da turnê "1989", de Taylor Swift.

"Era uma mistura de ver um aluno na sala de aula e alguém curtindo um show. Demorou cinco ou seis shows para o nervosismo dele passar, mas aquilo o ajudou a se tornar o frontman que é hoje", disse Gertler, explicando que o canadense estudava o repertório de Taylor.

Focado e fofo

Camila Cabello lembra de como Shawn Mendes é comprometido com sua carreira. "Quando estávamos em turnê juntos eu nunca o via. Ele ia para seu ônibus e treinava guitarra. Ia para o palco fazer o show e logo voltava para treinar mais. Ele é o cara mais dedicado e focado que eu conheço", disse.

"As pessoas esquecem como é importante ter uma base. Estar fisicamente em tantas cidades, conversar com tantas pessoas. É com uma campanha presidencial", disse Shawn.

O carinho que Shawn tem pelos fãs -- e vice-versa -- tem peso importante nesta equação também, como aponta Gertler. "Cerca de 600 fãs estão aqui fora do hotel agora e ele para para falar e tirar fotos com todos. Ele sente que está em dívida com eles", disse o empresário.

Thank you so much @taylorswift !!!!!!

Uma publicação compartilhada por Shawn Mendes (@shawnmendes)

em

Até o limite

Tanto preparo para brilhar em sua carreira tem feito Shawn Mendes se esforçar mais. "Quero me esforçar para ir além do meu limite do que posso lidar e tocar quantos shows puder. Quero escrever o maior número de canções e viajar o mundo todo dez mil vezes por ano. Quero chegar ao ponto que pareça loucura. Ed [Sheeran] fez e está fazendo isso, há algo impressionante em sentir essa energia", disse ele, citando o amigo e mentor.

"Ed me disse para nunca dizer 'não'. Taylor me disse para não me preocupar tanto se o público está gostando ou não do show. E Elton [John] é uma pessoa tão humilde mesmo com todo o sucesso que é um exemplo para eu não deixar me afetar pelo ego", completou.