PUBLICIDADE
Topo

Cantor do Bon Iver se desculpa por insulto homofóbico em parceria com Eminem

O músico Bon Iver - Divulgação
O músico Bon Iver Imagem: Divulgação

Caio Coletti

Colaboração para o UOL

03/09/2018 12h09

Justin Vernon, vocalista da banda Bon Iver, expressou seu arrependimento no Twitter após um trecho gravado por ele ir parar na faixa "Fall", em que o rapper Eminem usa um insulto homofóbico para se referir ao colega de profissão Tyler, the Creator.

"Tyler não cria nada/ Eu entendo porque você chamou a si mesmo de 'bicha', sua vadia", diz Eminem na música. Perguntado por fãs sobre sua participação na faixa, Vernon revelou que não estava presente durante a gravação das partes de Eminem, e que pediu aos produtores do disco que retirassem sua parte ou mudassem o verso, sem sucesso.

"Eminem é um dos melhores rappers de todos os tempos, não há dúvida", escreveu Vernon na rede social. "Eu sempre vou respeitar isso. No entanto, esse não é o momento para criticar a juventude, e sim escutá-la. Agir com ela. Certamente não é o momento para usar insultos preconceituosos. Gostaria que eles tivessem me ouvido quando reclamei, e mudado a canção".

Vernon revelou que seus vocais vieram de uma sessão de estúdio com os produtores BJ Burton e Mike Will, dizendo que só ouviu a faixa inteira após pronta. "Eu não sou um fã da mensagem [das letras], ela é velha e cansada", comentou.

O cantor ainda admitiu que tem parte da culpa, mas prometeu aos fãs que vai "matar essa faixa". O disco de Eminem, "Kamikaze", foi lançado na última sexta (31).