PUBLICIDADE
Topo

Língua dos Campeões: Rincon Sapiência, Kamau e rappers portugueses lançam clipe

Divulgação
Imagem: Divulgação

Maurício Dehò

Do UOL, em São Paulo

31/08/2018 12h14

Brasil e Portugal se encontraram no rap. MCs dos dois países se juntaram para lançar a canção e o videoclipe de "Língua dos Campeões", um projeto da Laboratório Fantasma, produtora brasileira, e da portuguesa Faded.

A faixa reúne oito MCs. Os brasileiros Kamau, Rincon Sapiência, Rashid e Drik Barbosa, além do DJ Nyack, e os portugueses  Papillon, Sir Scratch, Holly Hood e Gson, com o o DJ Big.

No formato da faixa, eles desenvolvem um cypher, quando o instrumental conduz a ideia para entrar a criação das rimas dos rappers rimam.

O clipe é dirigido por Pedro Simões (Opac Studio) e foi gravado em Lisboa.

A ideia da parceria veio do empresário e CEO da Laboratório Fantasma, Evandro Fióti - irmão de Emicida.

“Quando surgiu a ideia do show em Portugal - que juntou no mesmo palco do SummolFest, em julho desse ano, um time de rappers brasileiros e portugueses -  senti que faria sentido gravarmos uma música inédita para registrar essa colaboração transatlântica de forma a aproximar ainda mais o rap feito no Brasil do rap feito em Portugal, mostrando os sotaques, as semelhanças e as diferenças”, contou ele.

“A intenção é cada vez mais unir os mercados de língua portuguesa, não só ficar restrito a Portugal, mas trabalhar a questão da lusofonia, incluir os mercados africanos lusófonos também no futuro, levar a língua portuguesa mais longe por meio do rap”, completou Fióti.

Kamau elogiou a união com os rappers portugueses. “O mais legal de ter feito esse som foi entender as semelhanças e diferenças que temos falando o mesmo idioma, em diferentes continentes. E a abordagem de diferentes gerações. Foi importante retomar essa conexão com nosso pessoal do outro lado.”

Drika Barbosa completou. “Fico feliz com a união que o hip-hop proporciona no mundo, em como o movimento (e no nosso caso, o rap como elemento) tem essa força de unir, trazendo essa ligação mesmo com pessoas de outros países. Foi incrível fazer parte do cypher, poder passar minha mensagem e conhecer MC’s que amam o hip-hop tanto quanto eu.