PUBLICIDADE
Topo

Mark Hamill manda mensagem para garoto "Jedi" que sofreu bullying

Richard Shotwell/Invision/AP
Imagem: Richard Shotwell/Invision/AP

Caio Coletti

Colaboração para o UOL

29/08/2018 10h29

Aiden Vazquez, um garoto de 10 anos da Califórnia, ganhou as manchetes na mídia americana durante a semana após ser agredido tão gravemente por colegas de escola que foi parar no hospital.

A emissora local "KMIR" reportou que, quando perguntado sobre o motivo pelo qual não revidou o bullying dos colegas, Vazquez respondeu: "Não é o que um Jedi faria".

A história comoveu Mark Hamill, intérprete de Luke Skywalker em "Star Wars", que usou o Twitter para se comunicar com o jovem: "Um alô para Aiden Vazquez por sua coragem e sabedoria frente à adversidade. Estou tão orgulhoso de você por mostrar que é possível ser um Jedi na vida real. Parabéns, Aiden - a Força estará com você... sempre! Sou seu fã".

O departamento de polícia de Desert Hot Springs, onde ocorreu a agressão a Vazquez, abriu uma investigação criminal em torno do caso. Enquanto isso, a escola onde o jovem estuda não se pronunciou sobre o incidente.

Hamill trabalha no momento em "Star Wars: Episódio 9", conclusão da nova trilogia da saga. Novamente com direção de J.J. Abrams ("O Despertar da Força"), o filme tem estreia marcada para 19 de dezembro de 2019.