Topo

Filmes e séries


"Big Bang Theory": Kaley Cuoco diz que temporada final será a melhor de todas

Penny (Kaley Cuoco) mostra seu vestido de madrinha para o casamento de Amy em cena de "The Big Bang Theory" - Divulgação
Penny (Kaley Cuoco) mostra seu vestido de madrinha para o casamento de Amy em cena de "The Big Bang Theory" Imagem: Divulgação

Rodolfo Vicentini

Do UOL, em São Paulo

22/08/2018 18h48

Algumas horas após a CBS anunciar que "The Big Bag Theory" vai acabar na 12ª temporada, a atriz Kaley Cuoco, a intérprete da Penny, usou as redes sociais para agradecer aos fãs e ainda prometeu que os próximos episódios serão os melhores da série.

"Essa caminhada tem sido um sonho realizado e uma mudança de vida. Não importa quanto vá acabar, meu coração sempre estará despedaçado em duas partes. Afogando em lágrimas, nós prometes levar a melhor temporada até agora. Para os fãs, equipe, familiares, Chuck  Lorre [criador do projeto], Warner Bros., CBS e todos que nos apoiaram nos últimos anos. Vamos sair com uma explosão", escreveu a atriz no Instagram.

Protagonizada por Jim Parsons, Johnny Galecki, Kaley Cuoco, Simon Helberg e Kunal Nayyar, "The Big Bang Theory" acompanha a história de um grupo de amigos nerds e sua vizinha, Penny (Cuoco), que vira suas vidas de cabeça para baixo.

Na última temporada, descobriremos o que acontece na vida de recém-casados de Sheldon (Parsons) e Amy (Mayim Bialik). No episódio final do 11º ano, os dois tiveram uma ajudinha de Mark Hamill (o Luke Skywalker de "Star Wars") para finalmente se casarem.

Parsons venceu um Globo de Ouro e quatro Emmys pelo papel de Sheldon, que marcou seu bordão ("Bazinga!") na cultura pop. O universo da série recentemente se expandiu com "Young Sheldon", mostrando a infância do personagem, que estreia sua segunda temporada ainda este ano.

Cena de "The Big Bang Theory" - Divulgação
Cena de "The Big Bang Theory"
Imagem: Divulgação

Salário (e audiência) recorde

Durante sua trajetória de sucesso, "The Big Bang Theory" atraiu a atenção da mídia por conta dos salários dos seus protagonistas, que foram elevados progressivamente com o passar das temporadas. No começo da atração, os três protagonistas (Galecki, Parsons e Cuoco) recebiam em torno US$ 60 mil por episódio, valor que decolou para US$ 200 mil na quarta temporada. Na altura da sétima temporada, os três já levavam US$ 350 mil por episódio, mais 0.25% dos lucros da série.

Foi na virada para a oitava temporada que uma grande renegociação aconteceu, com os três protagonistas se juntando a Helberg e Nayyar para pedir mais dinheiro por suas participações na série. No trato final, Galecki, Parsons e Cuoco passaram a receber US$ 1 milhão por episódio, além de uma porcentagem maior dos lucros.

Enquanto isso, os coadjuvantes negociaram um salário por episódio que ficava em torno dos US$ 500 mil para a oitava temporada, mas a disparidade não durou: na altura do décimo ano da série, Nayyar e Helberg alcançaram os mesmos US$ 1 milhão dos protagonistas. Em março de 2017, os cinco atores aceitaram um corte nos seus pagamentos (para US$ 900 mil) a fim de que duas companheiras de elenco, Melissa Rauch e Mayim Bialik, pudessem ganhar o mesmo.

A ascensão dos salários dos atores refletiu o mesmo movimento na audiência. Estreando com uma média de 7 milhões de espectadores por episódio na TV americana, "The Big Bang Theory" se provou um hit na estreia da terceira temporada, que dobrou esse número. Desde a sexta temporada, por sua vez, a sitcom não sai da lista de três séries mais vistas da TV aberta americana.

A 11ª temporada da sitcom atraiu uma média de 18,6 milhões de espectadores por semana. O episódio mais visto da série, no entanto, segue sendo "The Deception Verification", segundo capítulo da sétima temporada, que atraiu mais de 20 milhões de espectadores.