Topo

Música


"Whitney era madura e escolheu seu caminho", diz a prima Dionne Warwick

Reprodução/TV Globo
Dionne Warwick se apresenta no "Domingão do Faustão" Imagem: Reprodução/TV Globo

Jonathan Pereira

Colaboração para o UOL

19/08/2018 19h20

A cantora Dionne Warwick, que era prima de Whitney Houston, se apresentou no "Domingão do Faustão" e evitou se estender sobre a morte da cantora ao ser questionada sobre o assunto pelo apresentador no "Ding Dong" deste domingo (19). A americana, que fará três shows no Brasil esta semana, perdeu a prima em 2012, que foi encontrada morta em uma banheira de um hotel. 

"Você sempre foi muito respeitada por ela. Você sente que poderia ter sido feito mais para ela não tivesse o fim trágico que teve?", quis saber Faustão. "Não posso falar sobre essa questão. Ela era uma mulher madura que escolheu seu caminho e ninguém poderia fazer nada além disso", respondeu Dionne.

Ela também comentou o que acha que a fez permanecer fazendo sucesso aos 77 anos. "Venho de uma família que me criou muito bem. Me amavam, me deram carinho, apoio, a culpa é muito deles. Esse ramo é muito difícil, não posso nem quero ser outra pessoa se não eu mesma. Também tenho muitos amigos na indústria, eu os apoio e eles me apoiam", analisou.

Antes, o apresentador quase teve de se virar com um inglês que não costuma falar, já que a cantora não ouvia a tradução simultânea de Monika Pecegueiro do Amaral. Por duas vezes seguidas, a produção teve de mexer no equipamento, enquanto Faustão habilmente a elogiava para ganhar tempo.

Errata: o texto foi atualizado
20/08/2018 às 08h02
Diferentemente do informado originalmente, Dionne Warwick era prima, e não tia de Whitney Houston. O conteúdo foi corrigido.

Newsletters

Receba por email as principais notícias do UOL sem pagar nada.

Quero receber