PUBLICIDADE
Topo

Líder do Social Distortion agride apoiador de Trump durante show

Social Distortion durante show em SP - Lucas Lima/ UOL
Social Distortion durante show em SP Imagem: Lucas Lima/ UOL

Maurício Dehò

Do UOL, em São Paulo

16/08/2018 09h35

Um apoiador de Donald Trump foi agredido no meio de um show da banda punk Social Distortion, pelo líder da banda, Mike Ness. O caso aconteceu em Sacramento (EUA), e vem sendo investigado pela polícia. 

De acordo com a rede de TV "CBS", Tim Hildebrand é um fã de longa data da banda, que foi para curtir o show, mas acabou criando atrito com Ness. 

O próprio Hildebrand descreveu o entrevero. Quando o vocalista e guitarrista do Social Distortion começou a fazer críticas ao presidente norte-americano Donald Trump, ele resolveu fazer um protesto.

"Eu paguei por suas músicas, não por suas opiniões políticas", afirmou o fã. "Eu fiquei parado em silêncio, como protesto, com meu dedo médio levantado por duas músicas."

Mike Ness, de 56 anos, não gostou e foi tirar satisfação. Ele teria cuspido no rosto do fã e o agredido. "Ele soltou a guitarra, pulou do palco e veio me socar múltiplas vezes na cabeça. Não pude me defender, porque pessoas da plateia me seguraram", disse Hildebrand, que foi expulso da casa e reportou o caso à polícia. "Alguém dessa relevância não pode se safar após agredir alguém."

A polícia confirmou à CBS que investigará o incidente.