PUBLICIDADE
Topo

"Mal Me Quer": Produtores de "3%" farão 1ª série brasileira da Warner Channel

Felipe Abib, visto em "Faroeste Caboclo" e "Vai Que Dá Certo 2", vai estrelar na pele do marido - Marcello Sá Barretto/AgNews
Felipe Abib, visto em "Faroeste Caboclo" e "Vai Que Dá Certo 2", vai estrelar na pele do marido Imagem: Marcello Sá Barretto/AgNews

Caio Coletti

Colaboração para o UOL

15/08/2018 09h25

A Boutique Filmes, produtora que fez de "3%" um sucesso internacional na Netflix, vai ser pioneira mais uma vez ao bancar a primeira série original brasileira do Warner Channel, intitulada "Mal Me Quer".

Com produção de Tiago Mello, a comédia começou filmagens nesta terça-feira (14), segundo a "Variety". Na trama de "Mal Me Quer", acompanhamos um casal de classe média que luta para conseguir ficar com sua casa, mesmo que isso signifique acabar com seu casamento.

Felipe Abib, visto em "Faroeste Caboclo" e "Vai Que Dá Certo 2", vai estrelar na pele do marido, Marcel, cuja agência de viagem vai à falência. Julia Rabello, a Marisa da novela "Rock Story", vai interpretar a mulher, Olivia, uma dentista bem-sucedida.

O casal, prestes a perder sua casa graças a dívidas gigantescas, descobre que os bancos não podem tirá-los da propriedade durante um processo de divórcio - logo, decidem fingir que estão se separando. O problema é que, no meio do caminho, eles descobrem que a relação tem alguns problemas muito reais, e que um divórcio não é tão má ideia assim.

"É aquela velha piada: Quando você está casado, quer se divorciar, e quanto está divorciado, quer se casar. A nossa série é sobre amor e casamento", explica Mello.

Com seis episódios garantidos na primeira temporada, "Mal Me Quer" é dirigida por Ian SBF, cocriador da "Porta dos Fundos" e diretor de "Entre Abelhas". Anna Reber ("Uma Quase Dupla") e Rodrigo Castilho ("O Negócio") assinam o roteiro. Ainda não há previsão de estreia.