PUBLICIDADE
Topo

"Fear The Walking Dead" retorna com mudanças após morte importante

Os atores Kim Dickens, Colman Domingo, Alycia Debnam-Carey e Mercedes Mason em "Fear the Walking Dead" - Reprodução
Os atores Kim Dickens, Colman Domingo, Alycia Debnam-Carey e Mercedes Mason em "Fear the Walking Dead"
Imagem: Reprodução

Beatriz Amendola

Do UOL, em São Paulo

13/08/2018 04h00

Atenção: o texto abaixo contem spoilers. Não leia se não quiser saber o que acontece.

Quando "Fear The Walking  Dead" retornar, nesta segunda-feira (13), será com uma baixa significativa: Madison (Kim Dickens), principal estrela do spin-off de "The Walking Dead", se sacrificou no episódio que marcou a metade da quarta temporada, em um momento emocionante.

Mas a presença da personagem ainda será (bem) sentida ao longo dos novos capítulos. "O legado e a memória dela vão sobreviver, mas a morte afeta a forma como esses personagens vão sobreviver sem ela, porque ela sempre ocupou esse papel de matriarca", diz ao UOL Alycia  Debnam-Carey. Intérprete de Alicia, filha de Madison, a atriz veio ao Brasil para divulgar a série ao lado do colega Colman Domigo.

O Victor Strand da série adianta que as consequências da morte de Madison afetarão boa parte dos sobreviventes. "Ela teve um efeito tão grande sobre os personagens, que ainda estamos levando seu legado. Todos os personagens encontraram com ela em algum momento. Ela esteve sempre tentando garantir a sobrevivência de todos, então acho que muitos serão afetados".

Mas com a partida da matriarca, "Fear" abre espaço para uma série de novidades, segundo os atores. "Agora todos esses personagens são órfãos. Ninguém tem família. então agora eles estão criando uma família completamente nova, com todos esses misfits", reflete Alycia. "Começamos com uma família que tentou se manter unida o máximo possível, com Madison no comando, tentando manter os filhos juntos e vivos. Mas isso desmorona, e você agora está com pessoas completamente novas".

Agora, Alicia e Victor terão a oportunidade de passar mais tempo juntos, o que será interessante. "Nós temos uma historia, então podemos ir mais fundo", diz Colman. Os atores ainda revelam que os fãs verão parcerias inusitadas se formarem, mas sem entregar de quem estão falando.

Alicia também ganhará mais espaço enquanto tenta encontrar seu lugar no mundo após a morte da mãe -- tanto que o décimo episódio da temporada, que vai ao ar no dia 20, será centrado na personagem. "Isso é muito legal, porque sinto que consegui fincar meus dentes na psique dela, mostrar como ela evoluiu àquele ponto, como ela está agora. Quem ela será no futuro? foi um episodio muito empolgante e muito íntimo".

O principal desafio da jovem sobrevivente, de acordo com a atriz, será conseguir se perdoar. Ao que Colman completa com uma referência pop inusitada. "Como diz o grande RuPaul: se voce não se ama, como vai amar outra pessoa? Podem me dar um amém?"

A atriz Kim Dickens como Madison em "Fear the Walking Dead" - Reprodução - Reprodução
A atriz Kim Dickens como Madison em "Fear the Walking Dead"
Imagem: Reprodução


A despedida

Últimos membros do elenco original de "Fear", Alicia e Colman recordaram como foi saber que Kim Dickens iria deixar a série. "Ela nos ligou, individualmente. Eu estava no carro. Foi um momento muito íntimo para nós, somos muito próximas", diz a atriz.

"Foi de partir o coração", define o colega. "ninguém previu isso. Mas sabíamos que estávamos em um ponto da história em que eles gostariam de explorar o efeito disso sobre os personagens."

"não fugimos dos riscos. é a primeira serie americana que teve um episodio totalmente falado em espanhol. nossa serie faz escolhas corajosas. então acho que todos sabíamos onde tínhamos entrado, que não havia segurança, mas a segurança de que estamos criando uma boa história,. voce se apoia nisso. quando descobrimos, é de partir o coração, mas voce sabe que vocês são amigos, colegas, vocês vao se ver, ela está viva a carreira dela está bem. Todos nós precisamos entender que perdemos um personagem, mas eles tesoa no seu coração. e tudo bem seguir em frnete. atores seguem em frente".

A despedida, porém, não aconteceu logo de cara. "O difícil é que a primeira parte teve muitos saltos no tempo, passado, presente, futuro, então um personagem pode ter morrido, mas vocês estão almoçando juntos, ela está no set, gravando", lembra Alycia. "e isso é muito confuso. então quando acaba e eles estão em casa em los angeles, você sente que agora pode viver o luto. mas é um processo longo.

Cena de "Fear the Walking Dead" - Reprodução - Reprodução
Cena de "Fear the Walking Dead"
Imagem: Reprodução


Mais um crossover?

Em sua quarta temporada, "Fear" fez um crossover de grande porte com a série-mãe: Morgan deixou para trás Rick e companhia para se juntar ao elenco do spin-off, com as duas séries seguindo agora a mesma linha do tempo.

O caminho está aberto para novos crossovers, caso os criadores queiram. Mas os atores veem essa possibilidade com cautela. "Essa é a minha opinião pessoal: acho que temos muitas historias para explorar em vez fazer um crossover de novo", diz Colman. "Acho que é interessante nos linkar no mesmo universo, acho que isso foi muito esperto. Mas acho que há tantas outras coisas interessantes nos personagens, seja Victor, Alicia ou Charlie, e não gostaria de canibalizar a série. Você não quer ser 'Walking Dead', porque vc já tem 'Walking Dead'".

Alycia concorda: "É importante para nós ser diferente, tem que ser. Mas claro, o universo está sendo fundido, então é uma possibilidade. Eles [os roteiristas] são sempre muito tímidos com a gente, dizem 'não sei', mas nós sabemos que provavelmente vai acontecer".

"Fear The Walking  Dead" vai ao ar no canal pago AMC, às segundas, às 22h30.