PUBLICIDADE
Topo

Ex-guitarrista da Dio critica turnê com holograma: "Ele ficaria p..."

O vocalista Ronnie James Dio - Reprodução
O vocalista Ronnie James Dio Imagem: Reprodução

Maurício Dehò

Do UOL, em São Paulo

13/08/2018 11h31

Ex-guitarrista da banda de Ronnie James Dio, Doug Aldrich criticou o fato de que uma turnê com um holograma do metaleiro esteka acontecendo pelo mundo. Para o músico, Dio ficaria “puto” de saber que algo assim foi criado.

Dio – que cantou no Black Sabbath e no Rainbow - morreu em 2010, aos 67 anos. Agora, alguns dos seus ex-companheiros de banda realizam um show em que ele aparece em representação tridimensional e sua voz pré-gravada complementa as canções.

Doug - Divulgação - Divulgação
Doug Aldrich, guitarrista que tocou com Dio
Imagem: Divulgação

“Gostaria de ver eu mesmo, para saber como é”, disse Aldrich, ao podcast “White Line Fever”. “Eu amo ouvir aquelas canções e amo ouvir o Dio, então, seria legal. Mas eu acho que Ronnie ficaria puto. É o que acho. Ronnie ficaria, tipo, ‘Pô, me deixem morrer em paz!’. Ele era um cara sem frescuras, não gostava desse tipo de coisa”.

Aldrich esteve com Dio entre 2002 e 2006 e gravou com ele o álbum “Killing The Dragon”, além de aparecer em discos ao vivo e coletâneas. Ele também é conhecido por seu trabalho no Whitesnake, The Dead Daisies e Revolution Saints.

O holograma surgiu na turnê chamada "Dio Returns" com terá os clássicos da carreira solo ("Holy Diver", "Rainbow in the Dark" e "Don't Talk to Strangers"), além dos hits da era Black Sabbath ("Neon Knights" e "Heaven and Hell") e Rainbow ("Man on the Silver Mountain" e "Stargazer").

"Ronnie sempre quis experimentar novas ideias no palco e era um grande fã da Disney. Dito isso, tenho certeza que ele está se sentindo abençoado com esse projeto holográfico", disse Wendy, a víuva do cantor, para a "Rolling Stone", em 2017.