Topo

Filmes e séries

Morre Ronnie Taylor, diretor de fotografia que venceu Oscar por "Gandhi"

Reprodução
O diretor de fotografia Ronnie Taylor Imagem: Reprodução

Caio Coletti

Colaboração para o UOL

10/08/2018 15h59

Ronnie Taylor, diretor de fotografia que levou o Oscar após trabalhar de forma intermitente na produção atribulada de "Gandhi", épico sobre a vida do ativista indiano lançado em 1982, morreu aos 93 anos.

A informação foi confirmada ao site da revista "The Hollywood Reporter" pela Sociedade Britânica de Diretores de Fotografia nesta sexta-feira (10). Taylor morreu no último dia 3 de agosto, por complicações de um derrame cerebral.

Ronnie Taylor não era o diretor de fotografia originalmente escolhido pelo diretor Richard Attenborough para "Gandhi", mas Billy Williams ("Num Lago Dourado") teve que se afastar após uma fratura na coluna. A primeira cena filmada por Taylor foi a complexa recriação do funeral de Gandhi, que usou mais de 30 mil figurantes.

Reprodução
Imagem do filme "Gandhi" (1982), dirigido por Richard Attenborough Imagem: Reprodução

O desempenho exemplar do diretor de fotografia nessa difícil missão permitiu a ele dividir os créditos com Williams, que posteriormente retornou ao trabalho no filme.

Taylor começou carreira como operador de câmera, trabalhando até no primeiro "Star Wars" (1977). Depois do Oscar por "Gandhi", ele emprestaria seu olhar a clássicos como "Chorus Line: Em Busca da Fama" e "Um Grito de Liberdade", ambos também dirigidos por Attenborough, além de "Vítimas de uma Paixão" e "O Ladrão de Arco-Íris".

Taylor deixa duas filhas, Tracey e Nikki, frutos de seu relacionamento com Mary Devetta, e dois netos.