PUBLICIDADE
Topo

Entretenimento

Atriz revela em processo que ator Geoffrey Rush a tocou nos seios

O ator Geoffrey Rush e a atriz Eryn-Jean Norvill - Divulgação
O ator Geoffrey Rush e a atriz Eryn-Jean Norvill Imagem: Divulgação

Maurício Dehò

Do UOL, em São Paulo

09/08/2018 08h32

O ator Geoffrey Rush entrou com um processo por difamação contra o jornal “The Daily Telegraph”, que noticiou uma acusação de assédio sexual contra ele, por parte de uma atriz. Esta atriz, Eryn-Jean Norvill, aceitou ser testemunha de defesa da publicação e confirmou que foi assediada pelo vencedor do Oscar, hoje com 67 anos.

O julgamento estava previsto para o próximo mês, mas foi adiado com a novidade, reportada pela “ABC” da Austrália. Ele deve ser remarcado para outubro.

O ator australiano Geoffrey Rush - AP Photo/Michael Sohn - AP Photo/Michael Sohn
Imagem: AP Photo/Michael Sohn

Um documento revelou pela primeira vez detalhes do caso. As alegações de Norvill são de que em um ensaio para uma peça de teatro, “King Lear”, Rush “fez gestos de apalpar no ar imitando apalpar o torso dela” e fez “comentários com cunho sexual”.

Em outro momento, o ator é acusado de “passar a mão pela lateral do seio direito da vítima”. Ela então teria pedido para que ele parasse e foi atendida.

A defesa diz que nenhum do material acrescentado apresenta algo que coloque Rush como um pervertido ou um predador sexual, ou que sua conduta tenha sido “escandalosamente inapropriada ou um abuso sexual”.

O ator e atriz coestrelaram “King of Lear” entre 2015 e 2016, em Sydney.

Geoffrey Rush ganhou o Oscar de melhor ator em 1996, por sua atuação em "Shine - Brilhante".

A atriz, questionada por que não se pronunciou antes, afirmou que, como uma jovem atriz, ficou relutante em ir contra alguém do calibre de Rush.

Entretenimento